Internacional

Polícia Holandesa Identifica Suspeito de Ataque em Utrecht

Utrecht

As autoridades holandesas divulgaram a imagem de um suspeito: um homem de 37 anos, com o nome de Gökmen Tanis, nascido na Turquia. De acordo com uma televisão local, Tanis foi levado a tribunal há cerca de duas semanas, no âmbito de um caso de violação. Não se conhecem ainda os contornos desse processo.

Segundo alguns testemunhos, o atacante entrou numa paragem da praça 24 de Outubro e começou a disparar indiscriminadamente sobre os passageiros.

O presidente da Câmara de Utrecht evocou a possibilidade de haver vários atacantes, uma vez que foram registados disparos em diversos pontos da cidade. O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, convocou o executivo para uma reunião de emergência.

“Os primeiros relatos provocaram incredulidade e repúdio: a violência abateu-se sobre inocentes. Os nossos pensamentos estão com eles e com as suas famílias, cujas vidas ficaram viradas do avesso de um momento para o outro. Estamos a fazer tudo ao nosso alcance para encontrar o ou os responsáveis. Estão totalmente concentrados nisso”, declarou Rutte.

As autoridades ativaram o nível de alerta máximo na região do Utrecht, a quarta maior cidade da Holanda, onde se apelou ao encerramento de escolas e mesquitas. Foi reforçada a segurança em torno da sede do governo em Haia, bem como de edifícios públicos considerados vitais e aeroportos do país.

Fonte: Euronews

Meio Ambiente

Baleia Encontrada Morta com 40 Quilos de Plástico no Estômago

Baleia

Uma baleia foi encontrada morta na sexta-feira, na costa sudeste das Filipinas, com 40 quilos de plástico no estômago, informou esta segunda-feira a imprensa local.

O cetáceo, uma baleia-bicuda-de-cuvier, apareceu na sexta-feira à beira-mar no município de Mabini, na província de Valle Compostela, tendo sido submetido a autópsia no domingo.

Entre os objetos de plástico encontrados dentro da baleia estão 16 sacos de arroz, uma lona plástica usada em plantações de banana e sacos de compras, concluiu o Departamento de Pesca e Recursos Aquáticos da província.

O biólogo marinho Darrell Blatcheley afirmou que nos dez anos em que examinou baleias e golfinhos mortos, a maioria morreu na sequência da ingestão de plástico.

Fonte: TVI24

Internacional

Eleições Legislativas na Coréia do Norte

Os norte-coreanos vão às urnas neste domingo, 10, para eleições de 1 partido só, ou seja, apenas 1 ganhador possível. O candidato é designado pelo Partido dos Trabalhadores, o único autorizado no país, do líder Kim Jong-un.

A cada 5 anos, são realizadas eleições legislativas para nomear os membros da Assembleia Suprema do Povo, o Parlamento norte-coreano.

Nas últimas eleições, em 2014, o índice de participação foi de 99,97%, segundo a agência de notícias KCNA. Os eleitores que estão no exterior foram os únicos que não participaram. Os candidatos obtiveram 100% dos votos de suas respectivas circunscrições eleitorais.

O regime de Kim Jong-un usa as eleições para fazer propaganda da “unidade nacional” e dos “benefícios”de 1 sistema apresentado como “igualitário e democrático”, no qual o governo se encarrega de definir o destino de cada norte-coreano que vive no país.

A Coreia do Norte está dividida em circunscrições eleitorais. Eram 686 em 2014. Naquele ano, Kim Jong-un era candidato por Monte Paektu. Segundo a KCNA, obteve 100% dos votos com uma taxa de participação de 100%.

Fonte: Poder360

Internacional

O Lado Mais Sombrio de Dickens

O homem mais famoso da era vitoriana, o “poeta da cidade moderna”, o romancista mais importante da história inglesa, Charles Dickens, cometeu um dos atos mais cruéis e abjetos que se possa imaginar: tentou encerrar sua mulher, Catherine – com a qual compartilhava 20 anos de casamento e 10 filhos –, em um manicômio para poder desfrutar em liberdade do seu romance com a atriz Ellen Ternan.

John Bowen, professor de Literatura do século XIX na Universidade de York, no norte da Inglaterra, deu com uma carta que demonstra a crueldade de Dickens ao tentar se safar do momento mais turvo de sua vida. “Durante anos existiu a suspeita de que tinha tentado, mas nenhuma prova definitiva. E é claro que é algo muito difícil de assimilar. Fez coisas admiráveis, mas em sua ruptura matrimonial teve um comportamento horrível, e magoou muita gente”, conta Bowen por telefone ao EL PAÍS.

Catherine Dickens viveu as duas últimas décadas de sua vida em uma pequena residência em Camden, na zona norte de Londres. Lá travou amizade com um casal vizinho, Edward e Lynda Dutton Cook. Ela era pianista. Ele, um homem de letras, crítico teatral e romancista. Em seu último ano de vida, em 1879, enquanto aliviava suas terríveis dores com doses de morfina, Catherine sentiu a necessidade de contar sua versão do ocorrido. Até então, Dickens, zeloso ao extremo de sua boa imagem e reputação, tinha conseguido transmitir a imagem de um casamento deteriorado pelos “distúrbios mentais” de uma mulher que não prestava atenção nem dava carinho aos filhos. Grande publicitário de si mesmo e com bons e influentes amigos, o escritor plasmou um retrato desumano e falso numa carta que convenientemente vazou à imprensa. A famosa “carta violada” que convenceu seus admiradores, mas também escandalizou muitos de seus contemporâneos.

Edward Dutton Cook nunca quis tornar públicas as intimidades de uma família e de um homem que àquela altura já era um tesouro nacional. Mas as contou através de várias cartas a um amigo, o jornalista William Moy Thomas. “No final, [Dickens] descobriu que ela já não era de seu agrado. Tinha parido dez filhos e perdido grande parte de sua beleza. Tornou-se velha. Tentou inclusive encerrá-la em um manicômio, pobre mulher! Mas apesar das nefastas que são nossas leis no que se refere a provar a loucura, não conseguiu seu propósito”, escreveu Dutton Cook.

“Quando você descobre este lado sombrio de Dickens, interpreta a obra posterior a 1858, o ano do rompimento conjugal”, explica o professor Bowen. “Grandes Esperanças”, um de seus livros mais universais, é uma romance cheio de culpa, de vergonha. Seu personagem principal [Philip Pirrip, ou Pip] se sente incompreendido, e é alguém que magoou muita gente.

Bowen, que teve acesso ao conteúdo das cartas de Dutton Cook, hoje preservadas na Universidade Harvard, nos Estados Unidos, conhece bem os documentos da época e deduziu, com quase total segurança, a identidade do médico que se negou a cumprir os desejos de Dickens. Thomas Harrington Tuke, superintendente do Asilo Manor House, no bairro londrino de Chiswick, entre 1849 e 1888, era um velho conhecido do escritor. Chegou a assistir ao batismo de um de seus filhos. A amizade esfriou pouco depois, sem motivo aparente, e Dickens se prodigalizou em lhe dedicar insultos como “asno médico” e “ser miserável”.

As leis da época davam pouca proteção a indivíduos cujas famílias decidissem interná-los pelo resto da vida por suposta doença mental, sobretudo quando se dispunha de conexões adequadas. E Dickens dispunha. Seu amigo e biógrafo, John Forster, secretário no Comissariado para a Loucura, um órgão público criado em 1845 para fiscalizar os manicômios, e o médico John Connolly, com grande influência nesse âmbito, moveram céus e terras para agradar o seu amigo.

“À luz do que sabemos agora, esta história teria muito a ver com o movimento do MeToo”, sugere Bowen. “Mas também com esse gaslighting que muitos homens projetam sobre suas parceiras para que acreditem serem elas as culpadas. Embora haja uma parte positiva em todo este relato. Um médico foi capaz de dizer que não. Não são muitos os médicos ou advogados capazes naquela época de encarar os ricos e poderosos. Quase como esses depoimentos que escutamos hoje em dia de algumas pessoas contra o presidente Donald Trump nos Estados Unidos.”

Fonte: El País

Governo Federal, Meio Ambiente

Bolsonaro Anuncia Combate Combate à Poluição no Mar

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse, neste domingo, que o Ministério do Meio Ambiente usará uma armação de metal em formato de tubarão-baleia como símbolo de uma campanha de combate à poluição marinha. O tubarão, com 15 metros de comprimento, será preenchido com luxo retirado do mar.

“No Dia Mundial da Água, 22 de Março, o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, lançará a primeira etapa da Agenda Ambiental Urbana: Combate ao Lixo no Mar, em Santos e em Ilhabela”, escreveu o presidente, no Twitter.

Também no Twitter, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que o lançamento do programa será às 9h, em Santos, e às 14h, em Ilhabela.

Fonte: UOL Notícias

Ciência

Manuscritos Revelam Mente Criativa de Einstein

Mais de cem páginas tornadas públicas por universidade israelense incluem impressões e reflexões pessoais e científicas do físico e permitem acompanhar “maneira como Einstein pensava e trabalhava”.

A Universidade Hebraica de Jerusalém tornou públicas nesta quarta-feira (06/03) 110 páginas de manuscritos do cientista Albert Einstein, por ocasião dos 140 anos do nascimento do físico, em 14 de março.

As páginas, das quais algumas são desconhecidas, incluem reflexões pessoais e científicas, e muitas delas foram escritas entre 1944 e 1948.

“O notável é que realmente nos mostram como funcionava sua mente criativa”, disse o físico Hanoch Gutfreund, diretor dos Arquivos de Einstein na Universidade Hebraica.

Entre elas há cartas de Einstein a seu amigo Michele Besso e a seu filho Hans Albert. Elas refletem as impressões e reflexões do físico sobre o clima político na Europa. Numa carta de 1935, escrita no Estados Unidos para Hans Albert, que vivia na Suíça, Einstein expressa preocupação com a ascensão ao poder do partido nazista na Alemanha.

Os documentos também incluem um apêndice manuscrito de um artigo científico sobre uma teoria do campo unificado que Einstein, vencedor do Nobel de Física de 1921, apresentou à Academia de Ciências da Prússia em 1930.

Gutfreund afirmou que as oito páginas da teoria nunca foram publicadas, mas que existem cópias dela em circulação. Porém, nas cópias faltava uma página, que está no apêndice.

Até a sua morte, em 1955, Einstein tentou criar uma teoria que não só explicasse os fenômenos eletromagnéticos como também os unificasse com a gravitação. Ou seja, ambos seriam manifestações de um mesmo campo.

“Os papéis [agora tornados públicos] refletem a maneira como Einstein pensava e trabalhava. Muitos deles, em sua letra de mão, são cálculos matemáticos com muito pouco texto”, disse Gutfreund. “Sempre que alguma coisa lhe vinha à mente, uma nova ideia, ele sentava imediatamente e a rabiscava.”

Einstein deixou a Alemanha pouco antes de Adolf Hitler chegar ao poder e abriu mão da cidadania alemã. Ele se mudou para os Estados Unidos, onde obteve a cidadania americana em 1940. 

Einstein legou seus escritos pessoais e científicos à Universidade Hebraica de Jerusalém, o que levou à fundação dos Arquivos Albert Einstein, com mais de 80 mil manuscritos, cartas, fotografias e outros documentos, tanto privados como científicos.

Os novos manuscritos foram comprados pela fundação da família Crown-Goodman, em Chicago, de um colecionador privado na Carolina do Norte e doados à universidade israelense.

Fonte: Deutsche Welle

Segurança

Agentes Se Confundem e Atiram em Colegas Que Faziam Ronda em Presídio no RN

O coordenador de administração penitenciária do Rio Grande do Norte, Dhayme Araújo da Silva, e outro agente penitenciário, que não teve o nome divulgado, foram atingidos por tiros ontem à noite no Complexo Penitenciário de Alcaçuz, localizado em Nísia Floresta, região metropolitana de Natal. 

Eles faziam ronda externa na área de acesso ao complexo de Alcaçuz, quando foram surpreendidos por disparos vindos de dentro da penitenciária. O incidente ocorreu por volta das 23h.

Os tiros teriam sido disparados por agentes penitenciários, que ouviram barulhos, se confundiram e acreditaram se tratar de estranhos. A versão é da Seic (Secretaria de Justiça e Cidadania).

A pasta classifica o episódio como “disparo acidental de arma de fogo”. A secretaria descartou a possibilidade de existir armas em poder dos presos do complexo de Alcaçuz. 

Dhayne Silva levou dois tiros, um de raspão e outro que furou o colete e perfurou o abdômen. Ele está internado no hospital Walfredo Gurgel, em Natal, depois de ter passado por cirurgia para retirada dos projéteis. Seu estado é estável, e não há previsão de alta.

O outro agente penitenciário ficou ferido de raspão e recebeu alta médica.

A Sejuc informou que está apurando o ocorrido junto com a Polícia Civil. A secretaria não informou quantos agentes penitenciários estão envolvidos no incidente.

Em janeiro de 2017, o Complexo Penitenciário de Alcaçuz foi palco da maior chacina da história do Rio Grande do Norte. Na ocasião, 26 presos morreram durante uma rebelião, incluindo 24 corpos decapitados. A rebelião ocorreu durante briga entre facções criminosas rivais que atuam dentro de Alcaçuz. 

Fonte: UOL Notícias