Uncategorized

Robinson Termina Mandato Sem Pagar Cateterismos e Cirurgias Eletivas em Mossoró

Com dinheiro em caixa, com o secretário estadual de saúde fazendo o possível para manter esse recurso para a saúde, o ainda governador Robinson Faria termina o ano, o mandato, sem repassar os valores que deve, desde fevereiro, para a capital do Oeste potiguar pagar cirurgias eletivas e cateterismos.

Robinson demonstra que esqueceu o resultado das urnas em 2014, em que Mossoró foi fundamental, e não perdoa por 2018, sendo mesquinho, tacanho e pouco se preocupando com o povo da região.

O povo de Mossoró pode dizer: Já vai tarde!

Opinião

Enfim, Acabou!

Inesperada, e talvez isso tenha refletido pelos 48 meses seguintes, a eleição de Robinson Faria, em 2014, não trouxe esperança, trouxe o sentimento, digamos, de revanche contra quem não o escolheu como governador.

Quem não lembra dos “outdoor” que dizia: “Serei o melhor governador da história do Rio Grande do Norte”? Quatro anos depois, Robinson sai do Governo do Estado como o pior governador da história do RN,impopular, devendo salários, com o mesmo discurso vitimista durante todo o mandato, é assim que Robinson Faria será lembrado. Apesar de abraçar muitos jornalistas, de tomar café, dar inúmeras entrevistas, nenhum deles, ou a cadeia de comunicação governamental, foi capaz de salvar a imagem do governador.

Ronda Cidadã, Ronda Integrada, nada disso mudou o calcanhar de Aquiles deRobinson. Nem a Educação, nem a Saúde, causaram tanto estrago para um governo que bateu recordes de aparições em rede nacional com “propaganda” negativa. A rebelião em Alcaçuz fez o governador demonstrar inaptidão, fraqueza no comando, sangrar publicamente, e perder secretário de Estado que era considerado importante para a reestruturação do sistema prisional.

Além disso, Robinson Faria, que arrogantemente sempre fez pouco caso da bancada federal, termina o mandato bradando falta de apoio, abandono da bancada ao seu mandato. E ainda sim, e muito graças ao EMPRÉSTIMO ao Banco Mundial, diz ter feito 1.200 obras desconhecidas pelo povo do Rio Grande do Norte. Um contra senso, tendo em vista que quem é beneficiado é o primeiro a conhecer as obras que muda sua vida.

Dia 31 de dezembro de 2018 e fica a sensação de final melancólico, como povo contando as horas para o governador passar o cargo. Enquanto isso, Robinson inaugurou diversas obras (realmente prontas ou não) como se não houvesse amanhã, e assim continuou falando como se o RN fosse aquilo que ele imagina no mundo de Bob. Acabou.

Arte, Prefeitura

A Partir Deste Sábado a Travessa Pax Passa a Ser Espaço Cultural K-Ximbinho

Neste sábado (22) indo até as primeiras horas de domingo (23), Natal vai ganhar a revitalização e nova funcionalidade para a histórica Travessa Pax, na Cidade Alta. Ele passará a ser denominada Espaço Cultural K-Ximbinho, dentro de uma ação de valorização do artista de Taipú conhecido mundialmente por sua influência no choro. A ação é da Prefeitura do Natal, através da Funcarte e secretárias do Trânsito, Serviços Urbanos e Limpeza e está dentro do Natal em Natal 2018.

Durante mais de 12 horas artistas irão se apresentar o “Coletivo Garagem”, “RN Autoral de Samba e Choro”; “Chico Bethoven e Regional Choro do Elefante”; “Priscila Matos e Choro Potengi”; Carlos Zens e Choro Caçuá; Joca Costa, Fuxico de Feira, Larissa Costa, Choro Bom e Choro da Terra.
Um painel de autoria dos artistas Flávio Freitas e Miguel Carcará, da Funcarte, retratará a vida e obra de K-Ximbinho em traços originais. A rua também ganhou nova calçada e pedras seguindo a importância e contexto histórico da Travessa Pax. O trabalho de restauração ficou a cargo dos museólogos Hélio Oliveira e Odinelha Targino, da Funcarte, com participação de parceiros da iniciativa privada, Prefeitura do Natal e supervisão do Iphan.

A meta é consolidar a Cidade Alta como grande território criativo da cidade através da ocupação dos espaços e revitalização do Beco da Lama, Pax (Espaço K-Ximbinho), espaços para arte urbana e grafite. Os próximos passos serão na melhoria de sinalização, apoio a revitalização das fachadas originais.

Polo Natalino Cidade Alta (Palco Espaço Cultural K-Ximbinho)

Coletivo Garagem 22/12 15h
RN Autoral de Samba e Choro 22/12 16h
Jubileu Filho e Luna Hesse 22/12 17h
Laryssa Costa 22/12 18h
Raphael Almeida 22/12 19h
Priscila Matos 22/12 20h
Bethoven e Choro do Elefante 22/12 21h
Joca Costa 22/12 22h
Carlos Zens e Choro do Caçuá 22/12 23h
Fuxico de Feira 23/12 00h
Batuque de um Povo 23/12 1h

Operações, Polícia

Polícia Federal Faz Buscas e Apreensão em Endereços Ligados a Gilberto Kassab e Inclui o Rio Grande do Norte

A Polícia Federal cumpre nesta quarta-feira (19/12) mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, em São Paulo e no Rio Grande do Norte. A operação, autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), é consequência de delação de um executivo da JBS. De acordo com ele, o político teria recebido propina de R$ 350 mil por mês em 2009, quando era prefeito de São Paulo.

Estão sendo cumpridos oito mandados de busca. Segundo a PF, as vantagens teriam sido solicitadas ao grupo empresarial do ramo dos frigoríficos em troca da defesa dos interesses do conglomerado, bem como para direcionar apoio político na campanha presidencial de 2014.

As investigações revelaram ainda que parte dos recursos teria sido encaminhada para a campanha de um candidato ao Governo do Rio Grande do Norte e a um deputado federal, ambos eleitos naquele estado. Suspeita-se que os valores eram recebidos por empresas, através da simulação de serviços que não foram efetivamente prestados e para os quais foram emitidas notas fiscais falsas.

Aproximadamente 40 policiais federais dão cumprimento aos mandados de busca e apreensão, sendo seis  no estado de São Paulo e dois no Rio Grande do Norte. São investigados os crimes de corrupção passiva e falsidade ideológica eleitoral.

Fonte: Metrópoles

Indústria

Nota da FIERN em Defesa do Sistema “S

O país foi surpreendido nesta segunda-feira, 17, com declarações do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, de que pretende cortar entre 30% e 50% dos recursos do Sistema S. Tal medida, se concretizada, irá provocar a extinção de importantes iniciativas e programas, num claro prejuízo aos trabalhadores do Rio Grande do Norte e do país que usufruem dos serviços de educação, saúde, assistência, cultura e lazer mantidos por essas instituições.

As entidades que integram o Sistema S, como o Serviço Social da Indústria (SESI) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), são importantes aliadas do Brasil na promoção de educação básica e profissional, inovação, tecnologia, saúde e segurança no trabalho. Todos os dias dezenas de profissionais formados pelo Sistema S entram no mercado de trabalho.

Acreditamos que o futuro ministro não sabe a importância dessas instituições para o país. Não tem noção do prejuízo que representaria um corte desse tamanho em entidades que têm utilizado, de maneira qualificada e transparente, os recursos destinados pelas empresas privadas para suas ações.

A proposta do ministro Paulo Guedes de corte de 30% nos recursos do SESI e SENAI, se levada adiante, representará o fechamento de 162 escolas de formação profissional do SENAI no Brasil e o corte de 1,1 milhão de vagas em cursos profissionais oferecidos por ano. Desde 1942, o SENAI já qualificou mais de 73 milhões de brasileiros.

A educação do SENAI é reconhecida internacionalmente – nas últimas edições da WorldSkills, a maior competição de educação profissional do mundo, o Brasil, representado em sua maioria por estudantes do SENAI, conquistou o 1º lugar (2015) e o 2º (2017). Além disso, a atuação do SENAI é reconhecida pela ONU.

O corte também afetará dramaticamente o SESI. Nada menos que 155 escolas da instituição no país fecharão suas portas, extinguindo 498 mil vagas para alunos do ensino básico ou na educação de jovens e adultos. Em todo o Brasil, o SESI recebe, por ano, mais de 1,7 milhão de matrículas em educação básica e continuada e ações educativas, oferecendo qualificação de qualidade e cidadania para os brasileiros.

O ensino oferecido pelo SESI tem atestado de qualidade. Com foco em ciências, tecnologia, engenharia, matemática e artes, a abordagem das 505 escolas do SESI vem trazendo resultados positivos, como o bom desempenho em português e matemática dos alunos do 5º ano do ensino fundamental na Prova Brasil – as médias foram superiores a dos alunos da rede privada.

Os danos do corte proposto pelo ministro Paulo Guedes se estenderão também à empregabilidade. Cerca de 18,4 mil trabalhadores do SESI e do SENAI (a maioria educadores) em todo o país terão de ser dispensados. Isso num momento em que o país luta para diminuir os índices de desemprego, que atingem mais de 14 milhões no país e que deveria merecer prioridade do novo governo.

Também serão cancelados os atendimentos em saúde para 1, 2 milhão de pessoas. O SESI beneficia, por ano, mais de 4 milhões de trabalhadores com serviços de SST e promoção da saúde. São cerca de 770 mil consultas, 2,5 milhões de exames ocupacionais e 1 milhão de vacinas.

Importante ressaltar que o custeio do SESI e SENAI se dá por meio da contribuição das empresas industriais, ou seja, de verbas do setor privado. Não entra um centavo do Governo Federal no Sistema “S”, que é mero repassador dos recursos arrecadados junto ao segmento industrial.

Defendemos que o governo federal corte o excesso da máquina pública para buscar o financiamento de suas atividades e não retirar recursos de um Sistema consolidado por mais de sete décadas de serviços prestados ao país. É incompreensível que tente destruir uma das raras iniciativas que deu certo no Brasil e é referência mundial, sobretudo na área de ensino profissionalizante. O país precisa mudar, mas não será com medidas equivocadas e falsamente miraculosas e bombásticas que construiremos um futuro melhor para todos.

Amaro Sales de Araújo
Presidente do Sistema FIERN

Cidadania

Gari Noel nas Ruas da Cidade na Véspera do Natal

Pelo terceiro ano consecutivo acontecerá em Natal o projeto “Gari Noel”, uma iniciativa do gari Aldair da Silva que conta com o apoio da também gari Maelly Suzana, responsável pelo personagem “Margarida Noel”.

Nas ruas desde 2016, o projeto tem como objetivo surpreender as crianças de local aleatório, sempre na véspera do Natal, entregando os presentes angariados semanas antes. 

Em 2017, foram arrecadados mais de 100 brinquedos para distribuição em diversos bairros de Natal como o conjunto dos Garis, Jardim Progresso e Nordelândia.

O projeto conta com o apoio da população, que pode doar brinquedos para serem entregues no próximo dia 24. Os interessados devem deixar o material na sede da Urbana ou no Ginásio Nélio Dias (sempre no turno matutino). 

Caso haja impossibilidade dos doadores, Aldair da Silva se dispõe a buscar o presente na casa do doador mediante contato pelo telefone (84) 98859-5704. Os brinquedos serão recebidos até o próximo dia 23 de dezembro.

Eleições 2018, Justiça, Opinião

Gosto Amargo

Ganhou mas não levou. É assim que deve se sentir o ainda deputado estadual Fernando Mineiro (PT).

Em um erro inédito, o TRE-RN não protocolou os documentos de Kericlis Alves Ribeiro, o Kerinho (PDT), impugnando seu registro de candidatura e não contabilizando os seus 8.890 votos.

Ao buscar junto ao TSE a contabilização desses votos de Kerinho, o deputado federal Beto Rosado (PP), conseguiu sua reeleição. É que com esses votos de Kerinho, a coligação de Beto Rosado ultrapassou o quantitativo de votos da coligação de Mineiro.

O petista garantiu ainda recorrer da decisão do Ministro Jorge Mussi, que devolveu o caso ao TRE-RN a correção do erro.

Esse ganhar e não levar, levando em consideração coeficiente eleitoral, faz lembrar o caso da ex-vereadora Amanda Gurgel, que em 2016 obteve 8.002 votos, a segunda mais votada da capital potiguar, e não conseguiu sua reeleição.

Pode não ser justo, mas é a regra do jogo.