Uncategorized

URBANA Define Operação Verão

A Companhia de Serviços Urbanos de Natal – URBANA, definiu sua Operação Verão, que vai da semana de Carnatal até o Carnaval de 2019. Ficou definido que solicitações feitas, neste período de Operação Verão, precisam ser protocoladas na empresa de limpeza e em tempo hábil para a prestação do serviço, o que seria cerca de 10 dias antes da data do evento que consta no ofício.

A URBANA contará com 200 homens nos principais locais de evento da prefeitura, fará reforço nas praias (Redinha, Praia do Forte, Praia do Meio, Praia dos Artistas e Ponta Negra), e em torno da árvore de Mirassol, que já conta com garis nos três turnos. A URBANA também fará a limpeza pós-evento, e fará o repasse na primeira turno da manhã, no entorno do Arena das Dunas nos dias de Carnatal.

“Esse é um período muito delicado na área de limpeza em Natal. A população na cidade aumenta, portanto o quantitativo de lixo também. Nós, que amamos Natal, que temos um compromisso com a população e estamos nesse desafio da limpeza pública, estamos nos desdobrando para deixar Natal ainda mais linda e nosso povo orgulhoso. É esse o meu compromisso e o compromisso do prefeito Álvaro Dias, assim como da Prefeitura do Natal.”, disse o presidente da URBANA, Cláudio Porpino.

Fonte: http://www.natal.rn.gov.br/noticia/ntc-29646.html

Uncategorized

Natal em Natal: Palestras e Restaurantes no Natal Fest Gourmet

As novidades da gastronomia potiguar e os temas em pauta entre os chefs e pesquisadores natalenses terão um espaço especial no II Natal Fest Gourmet.

A oportunidade será no Seminário Técnico Gastronômico, que integra a programação do festival nos dias 22, 23 e 24 de novembro, no Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Natal, acesso pela Rua Chile, Ribeira. O seminário, assim como o festival, terá acesso gratuito para todos os públicos.

Inserido no calendário do Natal em Natal, o Natal Fest Gourmet contará com patrocínio da Prefeitura de Natal e Unimed Natal através da Lei Djalma Maranhão de Incentivos Culturais. Também contará com ações de entidades parceiras de grande atuação na formação do mercado profissional do Rio Grande do Norte. O SENAC-RN participa com as oficinas da Arena Senac de Gastronomia. O SENAI terá espaço para mostrar ao público seu setor de panificação, o SESI aborda o reaproveitamento alimentar (Cozinha Brasil). O SESC-RN será responsável pela ativação musical e o SEBRAE-RN com exposição de produtos de terroir potiguar.

No segmento de restaurantes, o público poderá conferir pratos a preços módicos elaborados pelos restaurantes Totoia Restaurante, Paçoca de Pilão, Cozinha Ecológica Debora Sá, Cordeiro Chique, Chopp e Camarão, Johnny e Joey, Massa Fina, Caroli Doces e CrooksCookie. Para a criançada, o Natal Fest Gourmet reservou um lugar especial com o espaço kids coordenado pela empresa Divirta Kids, que oferece atividades criativas e monitores experientes. O espaço será instalado no primeiro andar do Terminal, oferecendo comodidade e segurança para pais e crianças. A programação contará ainda com feirinha de produtos gastronômicos.

Palestras

Os palestrantes convidados para o Seminário Técnico de Gastronomia são pessoas ativas em seu segmentos gastronômicos e abordarão as boas novas do segmento queijeiro potiguar aos experimentos de azeites e temperos, passando pela cozinha vegana e a importância de se trabalhar a identidade cultural na gastronomia.

Na quinta-feira (22) a abertura será com o tema “Gastronomia e Identidade Cultural” pela pesquisadora de cozinha potiguar Adriana Lucena. A chef e proprietária do sítio Aroeira e uma ativista do movimento mundial Terra Madre, que luta por uma gastronomia que valorize toda a cadeia produtiva. A chef participa de eventos pelo Brasil sobre temas como queijos artesanais, mel de Jandaíra e pimentas nativas. O mestre cervejeiro Fábio DeSilva, criador da cerveja artesanal Perversa, falará na sequência (às 20h) sobre “Cervejaria Artesanal e Mercado Cervejeiro no RN”.

Na sexta-feira (23), o Seminário será aberto às 19h pelo laticinista Raoni Cabogim, que falará sobre “Tendências dos queijos artesanais potiguares”. Logo após, às 20h, a especialista em comida vegana e empreendedora do restaurante Cozinha Ecológica, chef Deborah Sá, fará uma abordagem sobre o tema pelo viés da cozinha contemporânea.

No sábado, o seminário será reaberto pela chef e pesquisadora Gabriela Sales, representando a Funcarte. Ela fará uma leitura atual sobre diversidade alimentar — “PANCs: a revolução alimentar brota nas hortas comunitárias”. No encerramento, a partir das 20h, os participantes vão contar com a fala do mago dos temperos Sérgio Motta, proprietário da Korin. Seu tema será “A Alquimia dos temperos e azeites”.

Homenagem

Durante os três dias, haverá ainda uma feira de produtos gastronômicos com novidades no setor, entre alimentos, bebidas e equipamentos, além de espaço para ingredientes locais. A boa música completa a programação com duas atrações por noite.

O Natal Fest Gourmet também irá homenagear ainda uma personalidade da gastronomia potiguar, com o Prêmio Le Magnifique Chef, entregue no encerramento das oficinas. No ano passado, o homenageado foi o chef francês radicado no RN, François Schmmit. Este ano, o convidado para receber a homenagem é Tadeu Lubambo, criador do Camamo, que tem uma contribuição significativa no fomento da gastronomia potiguar.

“O festival será a oportunidade dos natalenses e turistas aproveitarem um ambiente único, que junta gastronomia, cultura e turismo, neste novo espaço de frente para o Potengi, tal como nas grandes cidades turísticas que tem atividades culturais e gastronômicas à margem de seus rios. É um dos recantos mais bonitos de Natal”, avaliou o diretor do Natal Fest Gourmet, Habib Chalita. O produtor destaca o acesso livre para o público, sem cobrança de ingresso.

Serviço

II Natal Fest Gourmet

Dias 22, 23 e 24 de novembro, nas novas instalações

do Terminal Marítimo de Passageiros de Natal, Rua Chile, Ribeira.

Acesso gratuito

Seminário Técnico de Gastronomia

DIA 22.11

19hs – Adriana Lucena: “Gastronomia e identidade cultural”

20hs – Fábio DeSilva: “Cervejaria artesanal e mercado cervejeiro potiguar”

DIA 23.11

19h Raoni Cabogim: “Tendências dos queijos artesanais do RN”

20h – Deborah Sá: “O vegano na gastronomia contemporânea”

DIA 24.11

19h Gabriela Sales: “As Pancs: A revolução alimentar brota das hortas comunitárias”

20h – Sérgio Motta: “A alquimia dos Azeites e Temperos”

Uncategorized

Dia Mundial do HTLV, Vírus ‘Primo’ do HIV Que Pode Causar Leucemia e Paralisia

Vírus linfotrópico da célula T humana. O nome complexo é simplificado com uma sigla: HTLV, um vírus da família do HIV que pode desencadear paralisia nas pernas e leucemia em até 5% dos pacientes infectados.

A gravidade das doenças que pode causar, porém, é inversamente proporcional ao investimento em pesquisas para o tratamento do vírus. Descoberto em 1980, ainda pouco se sabe sobre ele. Tampouco há cura.

Diante da falta de perspectiva dos pacientes, pesquisadores e estudiosos do vírus tentam chamar a atenção para o problema criando o Dia Mundial do HTLV, celebrado pela primeira vez neste sábado (10).

“Mesmo tendo sido descoberto antes do HIV, as pesquisas [para o HTLV] avançaram pouco nesses quase quarenta anos. Conseguimos progredir no controle do HIV, mas a pesquisa em relação ao HTLV ficou estagnada, e nenhum país conseguiu desenvolver um antirretroviral para combatê-lo”, diz a infectologista Júlia Fonseca de Morais, que coordena um projeta de extensão em HTLV na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

O HTLV é da família dos retrovírus, o que significa que ele estabelece um vínculo com nossas células. Em outras palavras: além de se hospedar no nosso organismo, ele se acopla às fitas do nosso DNA, dificultando o combate. O vírus tem duas versões, o HTLV I e o HTLV II, sendo o primeiro o responsável pelas doenças.

A transmissão se dá pelas mesmas vias do vírus da Aids, sendo a principal delas a relação sexual desprotegida. O HTLV também pode ser difundido pelo compartilhamento de seringas e pela transmissão vertical, quando a mãe passa o vírus para o filho durante a gestação. Os riscos de contágio aumentam com o aleitamento materno.

“A diferença genética é pequena, mas há uma grande diferença clínica entre os dois tipos de vírus. Até hoje não foi comprovado que o tipo II do HTLV tenha qualquer doença associada”, explica Morais. “Em relação à transmissão, quando identificamos uma gestante com o vírus, indicamos que ela não amamente o recém-nascido por conta da alta probabilidade de contaminação”.

“Primo” do HIV e baixo risco

A história do vírus tem paralelos com a descoberta da Aids pelos cientistas na década de 1980. O HTLV, no entanto, foi revelado um pouco antes do seu ‘primo’, o HIV. Observou-se pela primeira vez no Japão em 1977 e, três anos depois, havia sido isolado pelos estudiosos. O vírus da Aids até foi chamado de HTLV III antes de ser pesquisado a fundo.

Mas os medicamentos utilizados no tratamento contra o HIV não fazem efeito contra o HTLV. Em suma, não há cura, e todos os tratamentos utilizados nos pacientes são paliativos. Os riscos para quem porta o vírus, no entanto, são baixos, já que 95% dos portadores não têm sintomas ou doenças associadas.

“A maioria das pessoas que tem o vírus nasce e morre sem saber que tem. Os que sabem descobrem quando vão doar sangue ou doar órgãos, mas quem não faz isso acaba não tendo conhecimento”, explica a infectologista.

E por quê poucos pacientes desenvolvem? Morais é enfática: “Não sabemos, por isso precisamos de mais pesquisas e mais financiamento para entender melhor como o vírus funciona. Não só em relação ao porquê dessa porcentagem baixa, mas também para desenvolver remédios para combater o vírus”.

“O vírus mais cancerogênico”

O HTLV está associado a várias doenças, desde as degenerativas até as hematológicas (aquelas relacionadas ao sistema hematopoético, tecidos e órgãos responsáveis pela proliferação, maturação e destruição das células do sangue). As mais graves são a leucemia e a mielopatia associada ao HTLV – doença neurodegenerativa que pode paralisar progressivamente o movimento das pernas.

No caso da leucemia, ou câncer no sangue, o desencadeamento está atrelado a uma característica específica do vírus. “O HTLV é o vírus mais cancerogênico que existe. Ele possui genes que fragilizam o controle que as células exercem sobre a nossa genética. Dessa forma, a célula fica mais propensa a se transformar em cancerígena e se replicar sem qualquer regulamentação”, explica a infectologista Júlia Fonseca de Morais.

Já me relação à mielopatia, a questão é mais complexa e ainda pouco decifrada pelos pesquisadores. Os movimentos do nosso corpo acontecem por conta de uma ligação do nosso cérebro com a medula espinhal, que serve como ‘canal’ para comandar o corpo. Os médicos acreditam que o HTLV pode criar uma infecção na medula, e que a reação do nosso organismo pode ser a responsável pela paralisação das pernas.

“Sabemos, hoje, que essa infecção é combatida de forma violenta pelo sistema imunológico, mas não exatamente o porquê esse combate pode gerar mielopatia. A principal hipótese é que esse combate é tão forte que acaba destruindo os tecidos da medula, e isso acaba gerando a paralisia nas pernas. Mas são só hipóteses, por conta da ausência dessas informações que não conseguimos realizar um tratamento eficiente”, argumenta Morais.

Atualmente, apenas alguns estados mantêm pesquisas recorrentes em relação ao vírus HTLV, a maioria financiados ou com parcerias com a iniciativa privada. A questão é que houve um aumento significativo das doenças sexualmente transmissíveis, e o HTLV segue essa linha. Por isso a importância de investimento maciço nas pesquisas em relação ao vírus, antes que o problema deságue na saúde pública e, consequentemente, no SUS (Sistema Único de Saúde).

Fonte: UOL Notícias

Uncategorized

Nota de Carlos Eduardo

Abaixo, nota do pedetista Carlos Eduardo sobre eleição de 2018.

Nota

Quero expressar profunda gratidão aos norte riograndenses que confiaram em nossas propostas, nossas ideias, na nossa capacidade administrativa e deram o seu voto ao 12, na confiança de que, das urnas, nasceria um Rio Grande do Norte pautado pela ética, a gestão eficiente e a tolerância zero com a corrupção.

Fizemos uma campanha limpa e propositiva. Baseada na coragem e no sentimento de mudança, na nossa história que transformou Natal numa capital capaz de orgulhar seus filhos e seus visitantes. Foram quatro gestões fixadas no coração e na alma de sua gente.

Abri mão de meus quase três anos de mandato como prefeito por saber que, ao homem público verdadeiro, não é permitida a omissão da luta.

O Rio Grande do Norte chegou ao fundo do poço nos últimos quatro anos.

Me propus mudá-lo, percorrendo no calor, nas noites e madrugadas, o itinerário da esperança numa gestão voltada a todos, sem lados ou preconceitos ideológicos.

Agradeço à toda a equipe que esteve conosco, ao meu partido, o PDT e aliados, o PP, o DEM, o MDB, o Podemos e, no segundo turno, a relevante presença do PSL.

Agradeço a toda minha família, em especial à minha mulher Andréa, uma demonstração guerreira de amor em cada instante da jornada.  Agradeço aos meus filhos pelos dias em que não pude estar com eles, trabalhando para que cada filho do Rio Grande do Norte compreendesse nossa mensagem.

Cabe-me exercer a missão delegada pelo povo do meu Estado.

Irei cumpri-la.

À minha adversária, sinceros votos de êxito.

Na minha vida pública, aprendi a ganhar e a perder.

Desistir, nunca! Jamais!

Que Deus nos proteja e a todo o Rio Grande do Norte.

Carlos Eduardo

Uncategorized

Haddad Discute com Mulher em Igreja Católica: “Você Deve Ser Ateia”

Candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, discutiu com uma mulher dentro de uma igreja católica na zona Sul de São Paulo, nesta sexta-feira (12).

Após participar de uma missa na paróquia Santos Mártires, no Jardim Ângela, o candidato foi abordado por uma mulher que disse que o petista não poderia ter participado da comunhão por ser “um abortista”.

“Eu sou neto de um líder religioso”, respondeu o candidato e emendou: “Você deve ser ateia”. A discussão foi gravada pela reportagem do Broadcast Político, plataforma de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Ao conversar com jornalistas, a mulher não quis se identificar e disse que a presença de Haddad no local era um sacrilégio. “A Igreja Católica não permite. Ele é um abortista, não tinha que estar aqui dentro”, afirmou.

Durante a missa e após a cerimônia, a mulher fez filmagens, transmissões ao vivo pelo celular para uma rede social e disse que iria “denunciar” o ato.

Haddad fez um discurso em frente à igreja pedindo apoio dos fiéis. “Nunca deixei de olhar todo mundo. Todo mundo é igual, ninguém é melhor do que ninguém”, discursou.

Fonte: UOL Notícias

Uncategorized

Carlos Eduardo Vai de Bolsonaro para Presidência da República

Cinco dias de realidades diferentes. Fátima Bezerra (PT) começando a semana em um segundo turno que os militantes e dirigentes não acreditavam existir; e Carlos Eduardo (PDT) entrando em um segundo turno buscado.

Até este dia 12 de outubro, Fátima Bezerra fez bandeiraço, caminhada, publicou apoios e reafirmações de apoio como forma de dizer que está se movimentando. A líder das pesquisas no RN começou sua jornada por Natal, e parece querer reverter o quadro na capital, que foi de ampla maioria para Carlos Eduardo, prefeito quatro vezes da cidade.

Já Carlos Eduardo esteve com a executiva nacional do partido, no Rio de Janeiro, para discutir o caminho presidencial que poderia trilhar no RN. A semana inteira para Carlos Eduardo foi de conversas internas e com os apoios que chegam, mas ainda não são divulgados. Hoje, finalmente para a sua militância, começa o programa eleitoral, começa a agenda indo para a Festa do Boi, e começa o seu apoio ao candidato do PSL, Jair Bolsonaro, à presidência da república, com a importante participação nas conversas para este apoio do deputado federal eleito, General Girão, e do deputado estadual eleito, Tenente-Coronel Azevedo.

Uncategorized

Sharp Investe em Painéis OLED Para Competir Com LG e Samsung

A Sharp acaba de lançar no Japão o seu próprio smartphone com display OLED, o Aquous Zero. A despeito de ser um aparelho bastante decente, o que realmente chama a atenção é o fato de o display ter sido fabricado pela própria Sharp, um movimento que sem dúvida ameaça a dominação das fabricantes sul coreanas em relação à tecnologia.

Embora tenha reconhecido à agência Reuters que este provavelmente não é o melhor momento para começar a investir em OLED — já que a tecnologia não é mais nem de longe uma novidade -, a companhia espera oferecer uma alternativa aos preços galopantes pedidos pela LG e pela Samsung. Ao bolso do consumidor final, isso significa pagar algo menos do que os US$ 700 unicamente para ter um display OLED no celular, um efeito direto da ampliação da concorrência.

O investimento, entretanto, foi um tanto mais tímido do que havia sido originalmente alardeado pela empresa-mãe da japonesa, a Foxconn. Trata-se de uma injeção de US$ 550 milhões – menos de um terço do valor anunciado quando da aquisição da Sharp, em 2016. Vale lembrar que a companhia já havia ensaiado uma parceria com a Japan Display para a produção de painéis OLED para TVs. A JD, de fato, ainda pretende buscar uma fatia do mercado com uma linha OLED prevista para 2019.

Não que a competição com players bem estabelecidos deva ser algo simples para a Sharp, é claro. Afinal, enquanto a LG acaba de investir cerca de US$ 7 bilhões em telas OLED para os próximos três anos, a Samsung ganhou as manchetes de tecnologia com a promessa de um painel “inquebrável”.

Por sua vez, entretanto, a Sharp tem como contravantagem um belo quinhão no acordo com a Apple, já que permanece como principal fornecedora de telas LCD para a fabricante do iPhone— embora as telas dos novos XS sejam fabricadas exclusivamente pela Samsung e pela LG.

Sobre o Aquous Zero: trata-se de um smartphone com tela OLED de 6,2 polegadas, resolução de 292 x 1440 e bateria de 3.000 mAh. Sob o capô, há um Snapdragon 845 octa-core, 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno. O aparelho pesa 146 gramas, menos do que um IPhone8.

Fonte: CanalTech