Indústria

Missão à Alemanha Inicia Programação que deve Ampliar Parceria em Energia Renovável e Eficiência Energética

A missão da COERE, do SENAI-RN e do Instituto de Energias Renováveis (ISI-ER) iniciou a programação que terá nesta semana na Alemanha. Com o presidente da Comissão Temática de Energias Renováveis (COERE) da FIERN, Sérgio Freire, o diretor regional do SENAI-RN, Emerson Batista, e o diretor do ISI-ER e do CTGAS-ER, Rodrigo Diniz de Mello, na delegação, a missão tem uma agenda a partir desta segunda-feira (11) e prossegue até o sábado (16), período no qual vai visitar projetos na área de energia e ampliar as parcerias com instituições alemãs.

Nesta segunda, a programação começou com na HWK Trier. No período da missão, eles também vão a usinas hidrelétricas, parques solares e a uma cidade que se notabiliza pela reciclagem de resíduos, além da participarem de eventos que devem expandir a cooperação na área de formação profissional.

A missão faz parte das atividades desenvolvidas a partir da parceria firmada entre a EIC TRIER IHK/HWK EUROPA UND INNOVATIONSCENTRE GMBH, o SENAI-RN e o Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER).

 O objetivo da visita à Alemanha é o amadurecimento de ações de educação profissional nas áreas de energias renováveis, na busca de maior eficiência energética. Além da capacitação de profissionais, prestação de serviços de assessoria e consultoria, bem como a criação de mecanismos de diálogo com as empresas do setor na área de formação profissional.

Está previsto no cronograma visitas na usina hidrelétrica eclusa Zeltingen, no parque solar Föhren e na cidade de Mertesdorf, onde há um local responsável pelo ganho de energia por meio do lixo, além seminários, visita a empresas, participação em workshops e debates.

 Também integram a delegação a gerente da Unidade de Desenvolvimento da Indústria do SEBRAE, Lorena Roosevelt de Lima Alves; o diretor técnico da CASE Consultoria, Felipe Miranda; o diretor da Dois A Engenharia e Tecnologia LTDA, Felipe Vieira de Castro; Talles Silvano Rêgo Lima, sócio da TALDI Engenharia e o membro do Conselho Deliberativo e diretor da empresa New Energy Brasil, Paulo Morais, a supervisora pedagógica Marcela Duarte e a instrutora de formação profissional do SENAI-RN Jeane Ribeiro.

Indústria, Meio Ambiente

Indústria do Cimento Quer Usar Óleo Recolhido no Nordeste, diz ABCP

A Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) confirmou nesta terça-feira ter se colocado à disposição para receber o óleo recolhido no litoral do Nordeste e utilizá-lo como combustível para fornos em indústrias do setor.

A entidade está em contato com Marinha, Ibama e Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para o recebimento do óleo, que seria tratado e utilizado como combustível ou matéria-prima alternativa para as empresas de cimento do Nordeste, segundo nota da ABCP.

“Se viabilizado o uso, este material será totalmente destruído, evitando assim novos impactos ambientais causados por um eventual descarte incorreto”, disse a associação, que representa dez grupos responsáveis por 80% da produção de cimento do Brasil.

O uso do resíduo sólido contaminado com óleo na produção do cimento ocorreria graças ao coprocessamento, técnica que utiliza resíduos de diversas naturezas na geração de energia térmica para os fornos, acrescentou a ABCP.

Ao comentar o caso nesta terça-feira, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, já havia sugerido que os resíduos que estão sendo armazenados poderiam ser utilizados pela indústria do cimento.

A operação de limpeza das praias afetadas pelo derramamento de óleo, cuja origem ainda não foi identificada, já coletou mais de 600 toneladas do produto no litoral nordestino, de acordo com números divulgados pelo governo brasileiro na segunda-feira.

Fonte: Época Negócios

Indústria, Meio Ambiente

Empresa Lança Cerveja em Garrafa de Papel, Para Não Causar Ressaca ao Meio Ambiente

Já pensou em tomar cerveja em uma garrafa de papel? A Carlsberg, produtora dinamarquesa, revelou na última semana dois protótipos de garrafas biodegradáveis, a Green Fibre Bottle, feitas de fibras de madeira e com uma camada interna impermeável.

Em um dos protótipos, a proteção é uma fina camada de plástico feita de garrafas PET recicladas. O outro usa o polímero biodegradável PEF (polietileno 2,5-furandicarboxilato).

“Estamos contentes com os avanços com a Green Fibre Bottle,” disse Myriam Shingleton, vice-presidente de desenvolvimento da Carlsberg. “Ainda não chegamos lá, mas os dois protótipos são um passo importante para realizar nossa ambição final de trazer essa novidade ao mercado.”

A iniciativa faz parte do projeto da Carlsberg em zerar as emissões de carbono em suas cervejarias até 2030. Na cadeia inteira de produção, o objetivo é diminuir emissões em 30%.

A busca pela embalagem de papel começou em 2015, quando a Carlsberg se juntou com outras empresas locais para desenvolver a tecnologia (que existe há muito tempo nas Kombis de caldo de cana, com discutível sucesso). Neste ano, a Paboco foi formada para criar garrafas sustentáveis. É uma joint-venture entre a empresa de embalagens BillerudKorsnäs e a fabricante de garrafas Ampla.

Junto com a Green Fibre Bottle, a Carlsberg anunciou uma parceria com Coca-Cola, L’Oreal, Absolut e a Paboco para avançar na pesquisa e desenvolvimento da garrafa de papel. “Parcerias como essa, que são unidas pelo desejo de criar inovações sustentáveis, são a melhor maneira de trazer mudanças reais,” disse Shingleton.

Fonte: Época Negócios

Indústria

Empresas e Instituições de Ensino do RN São Finalistas da Etapa Nacional do Prêmio IEL de Estágio

Duas instituições de ensino e uma empresa do Rio Grande do Norte estão classificadas em quatro categorias para a etapa nacional 2019 do Prêmio IEL de Estágio, que terá o anúncio oficial dos vencedores no dia 6 de novembro, durante solenidade em Salvador (BA). Os classificados do RN foram o IFRN (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia) — a única instituição do Nordeste presente em duas categorias Instituição de Ensino Técnico e Instituição de Ensino Superior; a Candy Pop, na categoria “Empresa”; e o SENAI CTGAS-ER, em “Sistema Indústria”.

Com essas conquistas, o IEL-RN está, desde 2013, seguidamente, presente nas principais categorias da etapa nacional do Prêmio IEL de Estágio. A superintendente regional do Instituto Euvaldo Lodi, Maria Angélica Teixeira, destacou a relevância do programa de estágio para o desenvolvimento educativo dos estagiários. Para ela, a premiação das empresas e instituições de ensino do Rio Grande do Norte confirma a atuação de excelência e os resultados obtidos pelo IEL-RN com o programa de estágio no estado.

“O acompanhamento feito nas empresas e entidades, entendendo o que o mercado de trabalho está precisando, é fundamental para que se tenha este resultado positivo no Programa de Estágios. A importância desta ação para as instituições de ensino e as empresas é exatamente estar formando pessoas que possam levar soluções para a atividade econômica empresarial. E o reconhecimento, obtido nesta premiação, confirma essa coerência entre as demandas empresariais, a integração com a academia e o acompanhamento do estágio”, afirma.

O Prêmio IEL de Estágio é realizado anualmente para identificar e divulgar as melhores práticas de estágio desenvolvidas no país, estimulando novos profissionais que se destacam no mercado e a consequente geração de negócios. O prêmio tem como objetivo valorizar e reconhecer as melhores práticas de estágio por meio da atuação dos principais envolvidos: estagiário, empresa e instituição de ensino. O prêmio tem etapas estaduais e nacional.

Além disso, o Prêmio IEL busca proporcionar ao estagiário um currículo profissional competitivo e estimular seu espírito empreendedor, pensamento inovador e a prática de responsabilidade social na empresa em que atua.

Para conhecer mais da premiação, entre em contato com o IEL-RN por intermédio do telefone 3204-6250 ou através do portal do prêmio http://www.rn.iel.org.br/premioiel.

Fonte: FIERN

Indústria

Sistema FIERN Promove Rodada de Negócios para a Indústria

O Dia da Nacional da Indústria, celebrado no dia 25 de maio, será comemorado, este ano, pelo Sistema FIERN (FIERN, SESI, SENAI e IEL) na véspera (24) com uma rodada de negócios com serviços para indústria. O evento acontecerá simultaneamente, a partir das 8h, em sete cidades do RN: Natal, Mossoró, João Câmara, Goianinha, Assu, Pau dos Ferros e Caicó.

Neste dia, cursos e serviços da FIERN, SESI, SENAI e IEL estarão com condições especiais de preço e pagamento somente no local. Entre as ofertas estão o Sesi Viva +, CIPA, cursos profissionalizantes do SENAI, cursos de pós-graduação do IEL, além da emissão de certificado digital e orientação para o crédito.

Os descontos chegam até 70% nos cursos e serviços. As inscrições podem ser realizadas online através do endereço http://bit.ly/2Jndq8s . As vagas são limitadas.

Em Natal, o evento será realizado no hotel Holiday Inn, no bairro de Lagoa Nova. Em Mossoró, o SENAI Ítalo Bologna sediará o evento. Em João Câmara, Goianinha, Assú, Pau dos Ferros e Caicó, o evento acontece nos escritórios de negócios do Sistema FIERN na região. Confira abaixo os endereços:

  • Natal: Hotel Holiday Inn Natal
    Av. Sen. Salgado Filho, 1906 – Lagoa Nova⠀
  • Mossoró: SENAI Ítalo Bologna
    R. José Leite, 100 – Abolição
  • João Câmara: Escritório de Negócios
    Rua Antônio Proença, N° 567 – Centro⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
  • Goianinha: Escritório de Negócios
    Rua Vigário Antônio Montenegro, nº 85 – Centro
  • Assu: Escritório de Negócios
    Avenida Dr. Luiz Carlos N°3646 – Novo Horizonte
  • Pau dos Ferros: Escritório de Negócios
    Rua Quintino Bocaiuva, 281 – Centro
  • Caicó: Escritório de Negócios
    Praça Dr. José Augusto, nº 34 – Centro

Palestra

À noite, a partir das 19h, o auditório Albano Franco, na Casa da Indústria, recebe o consultor e economista Cláudio de Moura Castro e o presidente para a América Latina da SKF, Claudinei Reche. Eles ministrarão, na sexta-feira (24), respectivamente, as seguintes palestras: “O DNA da Inovação” e “A Indústria em Movimento”.

Claudio de Moura Castro é formado em Economia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e tem mestrado pela Universidade de Yale. Atualmente, é consultor da Eduqualis. Como pesquisador, seu trabalho se concentra em Educação, Formação Profissional e políticas sociais e de ciência e tecnologia. Autor de 50 livros e mais de 300 artigos científicos. É articulista da revista Veja.

Claudinei Reche é economista com pós-graduação em Marketing pela FGV e Mestrado Profissional pela Universidade de Ohio. Iniciou sua carreira profissional na Mercedes-Benz, onde seu último cargo foi Supervisor de vendas de automóveis e depois com passagens pela SKF, chegando a ser Diretor de Vendas para o Segmento Industrial e depois Presidente América do Sul para a Höganäs e nos últimos quatro anos, de volta a SKF é Presidente para a América Latina. Possui competências em promover Turn Around e desenvolver Industry Footprint.

Economia, Indústria

Primeiro Carro Híbrido Flex do Mundo é Apresentado no Brasil

A Toyota apresentou na última quarta-feira (17), em São Paulo, o primeiro carro com propulsão híbrido flex do mundo, o que significa que ele pode ser abastecido tanto pelos combustíveis tradicionais (etanol e gasolina) quanto por eletricidade. O modelo é o clássico Corolla e será produzido na cidade de Indaiatuba, interior paulista.

É importante destacar que o automóvel não utiliza o mesmo mecanismo presente nos carros elétricos, que são recarregados por uma tomada adaptada. Em vez disso, utiliza uma tecnologia chamada “flex fuel”, que armazena a propulsão elétrica em uma segunda bateria dentro do carro. Essa propulsão é gerada a partir do uso dos combustíveis, cujo consumo deve reduzir em mais de 20%.

Ou seja, basicamente, o Corolla flex fuel ainda é um veículo que queima combustível e polui a atmosfera, porém reduz o consumo de energia e as emissões em 20%. O que acontece é que o gás do combustível é usado primeiro para gerar uma pequena carga elétrica, e só então fazer com que o automóvel comece a rodar.

O projeto da Toyota recebeu investimento de R$ 1 bilhão e deve gerar 900 empregos diretos. A previsão é que a versão adaptada do Corolla seja lançada em outubro no Brasil, com possibilidade de exportação para outros países da América Latina. Preços não foram revelados.

Fonte: PC World

Indústria, Meio Ambiente

Sindicato Lança Aplicativo Voltado para Coleta de Lixo Reciclável

O sindicato de Reciclagem e Descartáveis do RN – Sindrecicla lança na próxima semana o aplicativo RecicleJá, voltado para aproximar empresas recicladoras de geradores de resíduos recicláveis. O lançamento acontece no Espaço Cultural Candinha Bezerra, na Casa da Indústria, no próximo dia 16, às 8h.

Serão apresentados os recursos, benefícios e diferenciais do app RecicleJá para os usuários. O objetivo do aplicativo é conectar escolas, associações, condomínios de demais geradores de resíduos recicláveis com empresas de reciclagem.

O RecicleJá foi desenvolvido através do Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias – PROCOMPI, através do IEL/RN e já está disponível para download pelo Google Play (Android) e App Store (IOS).