Cultura

Natal Sedia Fórum para Debater o Forró como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil

Coordenadora do Fórum Nacional do Forró e presidente da Associação Cultural Balaio Nordeste (ACBN), a produtora cultural paraibana Joana Alves foi uma das responsáveis por liderar o momento que culminou com o registro da candidatura do Forró a Patrimônio cultural Imaterial do Brasil, realizado em maio deste ano, com a entrega da carta do Fórum Nacional do Forró de Raiz ao Ministério da Cultura. Ela estará em Natal nesta quarta-feira (26), às 9h, para se reunir com o secretário de Cultura de Natal, Dácio Galvão e com o departamento de patrimônio da Prefeitura do Natal, para definir a programação da etapa local do Fórum do forró de Raiz, que será em Natal no dia 13 de novembro, no Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão.

Após a aprovação do Cordel como Patrimônio Imaterial, o movimento em prol do forró tem como objetivo é debater o tema e dar suporte ao processo de pesquisa, em análise do Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Nacional (Iphan). O fórum conta com a parceria do Museu do Vaqueiro, e terá entre os debatedores os pesquisadores Marcos Lopes, Luís Assunção, Gutemberg Costa e Joana Alves.

Como funciona

O registro da candidatura a patrimônio imaterial é analisado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Nacional (Iphan), vinculado ao Ministério da Cultura, e depende ainda de um processo que inclui pesquisas e análises sociais e antropológicas.

De acordo com o diretor do Departamento de Patrimônio Imaterial do Iphan, Hermano Queiroz, a política de salvaguarda feita pelo Ministério Cultura, por meio do instituto, tem sido reconhecida pelos organismos internacionais como uma das mais exitosas do mundo. “É necessário ressaltar que esse reconhecimento não significa o simples recebimento de uma titulação ou um selo. O registro desse bem cultural tem, sobretudo, impacto social. Um patrimônio imaterial deve ter um forte componente social, por esta razão, a mobilização precisa vir diretamente de grupos sociais”, afirmou em maio deste ano, durante a inscrição da candidatura.

Cultura

Brasil Terá o Maior Sino do Mundo

Sino 1

O maior sino do mundo está pronto para ser enviado ao Brasil. A peça, que pesa 55 toneladas, foi apresentada na quinta-feira, 20, pelo seu fabricante em Cracóvia, na Polônia.

Batizado de Vox Patris, o sino tem quatro metros de altura e 4,5 metros de diâmetros. A peça será instalada na Basílica do Divino Pai Eterno, localizada em Trindade, no estado de Goiás, e ficará numa torre de 100 metros de altura. “Os preparativos e os testes duraram quase quatro anos”, afirmou o proprietário da empresa, Piotr Olszewski. Na primeira tentativa, o molde não aguentou e rachou, provocando o vazamento do metal. “Foi necessário começar outra vez, e na segunda tentativa obtivemos sucesso”, acrescentou.

Sino 2

Feito de estanho e cobre, o sino será ativado por quatro motores. O maior desafio agora é seu transporte para o Brasil. A viagem de barco com peça deve durar aproximadamente um ano. O sino do Brasil vai desbancar o atual maior do mundo que está em Gotemba, no Japão.

Fonte: Deutsche Welle

Cultura

12ª Primavera dos Museus com Oficinas, Palestras, Música e Dança no Memorial Natal (Parque da Cidade)

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Cultura (Secult/Funcarte), participa a partir de hoje da 12ª Primavera dos Museus, promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) até o dia 23 de setembro. Em Natal, a programação acontece no Memorial Natal, no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte.

Com o tema “Celebrando a Educação em Museus”, a comemoração inicia hoje com o painel “Nos Passos da História”, com Raimundo Hélio, concluinte do curso de História (UFRN), sempre a partir das 14h. Nos dias 21 e 22 de setembro, acontece a palestra “As Informações Arqueológicas no Estudo das Sociedades do Passado”, com o Prof. Dr. Roberto Airon, do Departamento de História (UFRN), sempre às 15h.

No dia 21 setembro, às 16h, o público vai poder participar de mais uma edição do projeto “Ocupando o Espaço com Artes: Dança” e a partir das 16h30 com apresentação dos alunos do município de Goianinha e Música com o grupo de flautas da Escola José do Patrocínio.

O Instituto Brasileiro de Museus propõe uma reflexão sobre uma das principais funções do museu: educar e contribuir no despertar de interesse para diferentes áreas do conhecimento, a vida em sociedade, a importância das memórias e o valor do patrimônio cultural musealizado.

Em Natal, a Prefeitura do Natal dispõe de dois museus com funcionamento diário. O Memorial Natal, que conta os mais de 500 anos de história da cidade e o Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão, na Ribeira, ambos completando 10 anos de funcionamento em 2018.

SERVIÇO
12ª Primavera dos Museus
Memorial Natal, Parque da Cidade D. Nivaldo Monte (Rua Prefeito Omar O’grady – Pitimbú)
De 17 a 23 setembro
Entrada franca

Cultura

Sábado (8) e Domingo (9) tem “Meu Seridó” Dentro do Edital Território das Artes Cênicas, da Prefeitura do Natal

353e5c5c-b20e-4a20-92c9-1e9a6d99b48e

Festival Território Cênico acontece no TECESOL até novembro com grupos potiguares e incentivo da Prefeitura do Natal

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Cultura (Secult/Funcarte), apresenta neste sábado (8) e domingo (9) a primeira edição do Festival Território Cênico, no TECESOL, no Conjunto Pirangi. O projeto vai até o mês de novembro. A abertura ficará por conta do consagrado espetáculo “Meu Seridó”. As apresentações começam às 18h e haverá feirinha de artesanato, praça de alimentação e aos sábados pocket shows com artistas convidados.

664269ea-bc23-4640-90f7-f2c715d1e094

A ação de formação teatral é fruto da inciativa da Prefeitura de Natal, através da Funcarte, com o lançamento de editais voltados para o segmento teatral. O Festival será protagonizado pelos coletivos Grupo Estação de Teatro, Grupo de Teatro Facetas, Mutretas e Outras Histórias e as produtoras Casa de Zoé e BOBOX Produções.

O TECESOL fica na Rua Governador Valadares 4858, perpendicular à Av. Ayrton Senna em Neópolis, pela altura da lagoa de captação do Jiquí. Trata-se de um território coletivo onde se desenvolvem diversas atividades, tais como: criação, montagem e manutenção de espetáculos teatrais, oficinas formativas, intercâmbios com grupos externos e atividades administrativas.

b3b03a07-19f2-44ed-945d-b346b9c7194a

Sinopse

Meu Seridó – Casa de Zoé

O sertão que vibra, pulsa e faz viver. O sertão das mulheres esquecidas e das mulheres que sonham. O não lugar, como escreveu Guimarães Rosa, o sertão que é seca e água, e é também o espaço da imensidão. Com fortes questões norteadoras, o espetáculo “Meu Seridó” traz a condição da mulher no sertão, a extinção do indígena em detrimento do boi e a desertificação, na luta diária pela sobrevivência como força bruta do ser. Sonhado pela atriz Titina Medeiros, a peça tem direção de César Ferrário e texto de Filipe Miguez (autor da novela Cheias de Charme). Como o próprio autor escreveu: “A nossa história acontece em algum lugar entre a realidade, o delírio e a nostalgia”. Classificação: Livre

Programação completa Festival Território Cênico:

SETEMBRO

08/09 (sábado)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – Espetáculo Meu Seridó – Casa de Zoé
19h30 – Pocket show musical do Grupo Facetas, Mutretas e Outras Histórias

09/09 (domingo)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – Espetáculo Meu Seridó – Casa de Zoé

22/09 (sábado)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – Espetáculo Guerra, formigas e palhaços – Grupo Estação de Teatro
19h30 – Pocket show musical de Ananda Krishna

23/09 (domingo)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – Espetáculo Guerra, formigas e palhaços – Grupo Estação de Teatro

29/09 (sábado)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – Espetáculo Quintal de Luís – Grupo Estação de Teatro
19h30 – Pocket show musical Forró em 3 Atos

30/09 (domingo)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – Espetáculo Quintal de Luís – Grupo Estação de Teatro

OUTUBRO
12/10 (sexta)
16h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
17h – Um Sonho de Rabeca no Reino da Bicharada – Grupo Estação de Teatro

13/10 (sábado)
16h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
17h – Estação dos Contos – Grupo Estação de Teatro

14/10 (domingo)
16h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
17h – Sal, o Menino Mar – Grupo Facetas, Mutretas e Outras Histórias

20/10 (sábado)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – A Jornada de um Imbecil até o Entendimento – Grupo Facetas, Mutretas e Outras Histórias
19h30 – Pocket show da Família Pádua

21/10 (domingo)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – A Jornada de um Imbecil até o Entendimento – Grupo Facetas, Mutretas e Outras Histórias

NOVEMBRO
05 a 09/11 – 19h às 22h – Oficina “O ator na cena” ministrada por Rogério Ferraz

Cultura, Curiosidade

Em Vídeo, Romy Schneider Revela que Sua Mãe Se Relacionou com Hitler

Sissi

Em documentário que vai ao ar no dia 16 de setembro, produzido pelo canal ARTE, a atriz franco-alemã Romy Schneider (1938-1982) afirma que sua mãe foi para a cama com Adolf Hitler. A revelação é do tabloide “Bild”, um dos maiores jornais da Alemanha.

A produção mostra uma Romy inédita, que fala com voz baixa, chora de repente e faz a confissão de que sua mãe transou com o líder nazista. A entrevista, nunca ouvida antes, foi conduzida pela jornalista feminista Alice Schwarzer, em 12 de dezembro de 1976, para a revista “Emma”.

Ainda segundo a publicação, Romy e sua mãe, Magda, sempre tiveram uma relação complicada. A atriz nunca a perdoou por ela ter visitado Hitler em Obersalzberg, onde o líder nazista tinha sua casa de veraneio.

A gravação também revela pela primeira vez a fragilidade da mulher que anos depois tiraria a própria vida e que sofria de depressão, provocada também pela morte do filho. A entrevista é em francês, porque depois de seis anos em Paris, Romy afirma que a língua se tornou sua “nativa”. À época, ela tinha acabado de se casar com Daniel Biasini, parecia confusa e, por diversas vezes, se acabava em lágrimas. “Por que eu não deveria chorar?”, pergunta.

Na entrevista, surgem fatos ainda desconhecidos de sua vida privada, como quando estava em Paris com Alain Delon, seu primeiro marido, e sofria por não ter mais papéis. “Eu era muito invejosa e pensava: o que vai ser de mim agora?”. A gravação nunca tinha ido ao ar por um pedido da própria Romy. “Nunca falei disso com ninguém porque respeitei sua vontade. Mas para entender o seu desespero, a sua vulnerabilidade, deve-se saber disso. E agora é bom dizê-lo”, afirmou Schwarzer.

Fonte: IstoÉ

Cultura, Prefeitura

Agendão Cultural da Prefeitura do Natal Via Lei Djalma Maranhão e Ações a SECULT/FUNCARTE

Graças aos incentivos da Lei Djalma Maranhão e ações próprias da Prefeitura do Natal (Secult/Funcarte), o fim de semana na capital potiguar é sempre de muito lazer, diversão e cultura de qualidade para toda a família. São espetáculos infantis, shows de samba, rock e hip hop, arte urbana, apresentações teatrais e muito mais. Tem para todos os gostos, estilos e nas quatro regiões da cidade. Confira a agenda da Secult/Funcarte dentro do plano Cultura na Cidade (editais) e ações viabilizadas através do Programa Djalma Maranhão:

SEXTA-FEIRA 24
Visitação e João Redondo no Museu Djalma Maranhão

82a484bc-4a3d-402e-b194-943d54fad614

O Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão, que completou 10 anos, segue as comemorações do Dia do Folclore. A partir das 9h desta sexta-feira (24), haverá visitação guiada pelo acervo e apresentação de João Redondo. O museu Djalma Maranhão fica localizado na Praça Augusto Severo (Ribeira) e é o único do Estado voltado para a Cultura Popular e dispõe de 200 horas de conteúdo virtual, textos informativos e acervos que circulam por todas nossas tradições, do boi de reis ao fandango, da chegança ao congo. ENTRADA FRANCA. Horário: 9h

SÁBADO (25) E DOMINGO (26)
Mostra de Cenas Curtas no CEU Manoel Marinheiro

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Cultura (Secult/Funcarte) promove neste sábado (25) e domingo (26), a “Mostra de Cenas Curtas”, dentro da primeira etapa do Edital Cena Processo. A mostra acontece no CEU (Centro de Arte de Esporte Unificado) Mestre Manoel Marinheiro, no bairro de Felipe Camarão, a partir das 14h. Serão cinco apresentações por dia. No sábado (25), tem “Apático”, de Moisés José Sousa Ferreira. “Pelo Pescoço”, com Ana Cláudia Albano e Mariana Hardi; “Instruções para Abraçar o Ar”, de Diogo de Oliveira Spinelli; “Provisório”, de Thayanne Percilla Santos de Azevedo e “Sinto Muito”, Fernanda Cunha Nascimento. No domingo (26), “A Caligrafia de Dona Sofia”, de Camille Carvalho Bezerra, “Fogo de Palha”, de Bárbara Cristina Nascimento Nunes; “A Hora do Chá”, de Arlindo Bezerra da Silva Júnior; “Estado Transitório”, de Rene Luiz Júnior e “ConSertos para um Jovem Quixote”, de Eduardo Augusto de Andrade Galvão. INÍCIO: 14H. ENTRADA FRANCA.

SÁBADO (25)
Bazar Independente no Espaço Duas

19c58440-6524-4308-9057-e3dd01569c9b

Neste sábado (25) tem a terceira edição do Bazar Independente, projeto incentivado pela Prefeitura do Natal através do edital Territórios Criativos, lançado pela Secretaria de Cultura (Secult/Funcarte). O Bazar começa às 17h e acontece no Espaço Duas, na Rua Praia de Diogo Lopes, 2197, Ponta Negra. (Próximo à praça do Disco Voador). Nesta edição, muita literatura, teatro, fotografia, música, produção audiovisual e promoção da economia criativa com diversos expositores. A partir das 18h tem Leitura de textos do “Crônica Falada” com Giovanna Araújo, Priscilla Vilela, George Holanda e Fernanda Cunha. Às 19h30 show com Potyguara Bardo, sensação do último Circuito Ribeira. A artista vai apresentar as aclamadas músicas do seu trabalho lançado recentemente. ENTRADA FRANCA. INÍCIO: 17h

SÁBADO (25)
Batalha dos Mc’s e arte urbana na Zona Norte

No Espaço Cultural Jesiel Figueiredo (Gramoré), a partir das 19h, tem mais edição da “Batalha do Vinho”. Trata-se de um duelo entre Mcs e Djs que reúne diversas tribos de artes urbanas na Zona Norte de Natal. Desde o hip hop, rap, passando pela sonoridade regional, grafitti e skate. A ação semanal da Batalha dos Mc’s é uma ação da Secretaria de Cultura de Natal, dentro do Cultura na Cidade. INÍCIO: 19h. ENTRADA FRANCA

SÁBADO (25)
Cores do Nosso Samba no Teatro Riachuelo

b4575c1b-6c01-4cde-b044-d8bcfe94f5ce

O projeto “Cores do Nosso Samba”, realizado através dos incentivos da Lei Djalma Maranhão, da Prefeitura do Natal, apresenta a anfitriã Valéria Oliveira ao lado de convidados em Solos, duetos e o tão esperado momento final em que todos cantam juntos. Na edição deste sábado, os convidados serão a baiana Daúde, a paulista Ana Tomaz, o potiguar Sueldo Soaress e o carioca Berthone Oliveira. Além de Kelliney Silva, cantor do grupo ”Nova Sensação” e um dos percussionistas do time “Cores do Nosso Samba”, dividirão uma das pérolas da cantora Jovelina. Os ingressos custam R$30,00 (meia-entrada) e podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro ou no site uhuu.com. INÍCIO: 13H30. Local: Teatro Riachuelo

DOMINGO (26)
Os Saltimbancos no Bosque Encena

51bc4017-cb01-4042-b405-51af348776a0

O projeto Bosque Encena, que é viabilizado através dos recursos da Lei Djalma Maranhão, apresenta neste domingo (26), a partir das 10h, a “Cia era uma Vez” com o clássico “Os Saltimbancos”. De forma lúdica e com linguagem de fácil entendimento para as crianças, o espetáculo conta a história de quatro animais que se encontram numa estrada fugindo de seus patrões por maus trato numa bela história de amizade e carinho. INÍCIO: 10h. ENTRADA FRANCA. O acesso ao Parque das Dunas custa R$ 1.00

DOMINGO (26)
Tributo aos Beatles no Som da Mata

O projeto Som da Mata fará um tributo aos Beatles neste domingo (26), a partir das 16h30, no Parque, com os músicos Toni Gregório, Stallone Terto e Heleno Rodrigues. Neste show dedicado ao Beatles, o trio apresenta interpretações próprias de canções como Eleanor Rigby, Something e I Wanna Hold Your Hand. INÍCIO: 16h30. ENTRADA FRANCA. O acesso ao Parque das Dunas custa R$ 1.00

DOMINGO (26)
Cultura na Praça com show e espetáculo

f50e826a-388e-423b-a7e6-6e12f7ff4b29

O projeto Cultura na Praça ocorre aos domingos na praça externa da Arena das Dunas, a partir das 15h, com acesso gratuito. Neste domingo (26) as atrações serão o espetáculo infantil “Patrulha Canina”, com o grupo Fábrica das Maravilhas e a In Band, com Carmem Pradella e Levi Ribeiro. O projeto Cultura na Praça tem patrocínio da Prefeitura do Natal através do Programa Djalma Maranhão e Arena das Dunas. HORÁRIO: 15H. ENTRADA FRANCA.

Cultura, Prefeitura

No Dia do Folclore, Museu Djalma Maranhão Festeja 10 Anos com Visitações Guiadas em Dois Turnos

O Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão, que completa 10 anos nesta quarta-feira (22), estará com visitações guiadas nos dois períodos dentro das comemorações do Dia do Folclore. O Museu de Cultura Popular, construído pela Prefeitura do Natal em 2008, funciona na Praça Augusto Severo, no espaço da antiga rodoviária da Ribeira. As visitas monitoradas estarão disponíveis a partir das 9h. A entrada é gratuita.

O Museu leva o nome do maior incentivador da Cultura Popular, Djalma Maranhão. Desde 2008 o espaço reúne mais de 400 trabalhos em galerias com exposições permanentes. É o único museu do Estado voltado para a Cultura Popular e dispõe de 200 horas de conteúdo virtual, textos informativos e acervos que circulam por todas nossas tradições, do boi de reis ao fandango, da chegança ao congo.

O Museu de Cultura Popular foi fruto do trabalho de uma equipe multidisciplinar que mapeou todas as nossas tradições, o teatro de bonecos, o João Redondo, Dança de roda e o boi de reis, artesanato e suas peculiaridades integradas de forma a contemplar as diferentes categorias da cultura genuinamente popular.

O Museu está situado num sitio histórico de relevante valor para a história da cidade do Natal, o Bairro da Ribeira, onde estão o Teatro Alberto Maranhão, sede do IPHAN, antiga Escola Doméstica dentre outros bens do patrimônio arquitetônico da cidade do Natal.

Dia do Folclore, dia 22 de agosto

Aniversário de 10 anos Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão

Visitação monitorada a partir das 9h

Entrada gratuita

Local: Praça Augusto Severo