Assembléia Legislativa, Governo do Estado

Pressão na Assembléia Legislativa

O governador em exercício, Antenor Roberto (PCdoB) encaminhou Projeto de Lei pedindo autorização para abertura de crédito extraordinário ao Orçamento Geral de 2019, no valor de quase R$ 1,8 bilhão com o objetivo usar R$ 1,5 bi desse valor apenas para pagamento de pessoal, incluindo o passivo das três folhas em atraso.

O secretário estadual de planejamento e finanças, Aldemir Freire, esteve novamente na Assembléia Legislativa, nesta quarta-feira, 27, para reiterar a urgência desse PL.

Segundo Freire, dinheiro o Governo do Estado tem, mas não tem previsibilidade de pagar no orçamento de 2019. Freire também diz que o governo de Robinson Faria (PSD) escondeu da ALRN um déficit bilionário no orçamento.

E aí vem a pressão: Se a Comissão de Finanças e Fiscalização não votar terça-feira, 03, o Governo não pagará para parte dos servidores que recebem dia 14 de dezembro.

Bomba jogada no colo dos deputados Tomba, Zé Dias, Galeno Torquato, Getúlio Rêgo, Isolda Dantas, Francisco do PT e Ubaldo Fernandes.

Indústria, Tecnologia

Híbrido a Etanol Supereconômico

Desenvolver um carro elétrico que não precise ser carregado na tomada é o objetivo do projeto tecnológico lançado pela Nissan em parceria com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). As duas partes assinaram o acordo de cooperação nesta terça-feira (26), em São Paulo, e divulgaram maiores detalhes sobre a novidade.

Segundo a montadora japonesa, a ideia é utilizar o etanol para abastecer carros híbridos equipados com célula de combustível, em substituição ao hidrogênio pressurizado, usado atualmente. A tecnologia, chamada Célula de Combustível de Óxido Sólido (SOFC), é inédita no mercado automobilístico.O uso desta tecnologia combinado com os motores elétricos e o seu sistema de bateria garantem uma autonomia de no mínimo 600 km, conforme a Nissan, abastecendo o veículo com apenas 30 litros de bioetanol. Em locais onde este tipo de combustível é bastante difundido, como o Brasil, os veículos elétricos não encontrariam dificuldade para recarregar.

Considerando o preço médio de R$ 2,9 por litro de Etanol no Paraná, por exemplo, um carro com a tecnologia da Nissa gastaria apenas R$ 0,14 por quilômetro, ou ainda 20 km por litro de etanol.

Além de oferecer uma nova alternativa para o mercado de carros híbridos, a montadora também quer usar a parceria com o IPEN para transformar o modo como os veículos são integrados na sociedade, tentando viabilizar a introdução do sistema em carros de passeio.

Como Funciona o Sistema SOFC da Nissan

A tecnologia SOFC da marca asiática se baseia na reação química de vários combustíveis com o oxigênio para produzir hidrogênio e depois eletricidade. Bastante eficiente, o sistema funciona com etanol ou etanol misturado à água, além de ser totalmente limpo, contribuindo para preservar o meio ambiente.

Entre 2016 e 2017 a Nissan realizou testes utilizando dois veículos equipados com a tecnologia, as vans e-NV200, que se adaptaram facilmente ao uso cotidiano do país, segundo a montadora.

Fonte: Tecmundo

Cidadania, Educação, Governo Federal

Carteirinhas Estudantis Digitais Devem ser Lançadas Nesta Segunda (25)

Anunciada em setembro deste ano, através de uma medida provisória do presidente Jair Bolsonaro, chega aos estudantes, na segunda-feira (25), a ID Estudantil — a carteirinha digital e gratuita para inscritos na educação básica, profissional, técnica e superior. Pelo menos é isso que afirma o ministro da Educação Abraham Weintraub, em entrevista sobre o documento que permitirá o pagamento de meia-entrada em shows, museus, teatros e eventos culturais.

“Na segunda-feira, teremos o lançamento digital do ID Estudantil, que é o aplicativo de celular para ter a carteirinha digital. Os estudantes que tiverem sido cadastrados pela instituição de ensino já vão poder acessá-la a partir dessa data. Para quem não tiver sido cadastrado, o estudante só precisa pressionar a escola para efetuá-lo”, afirmou o ministro Weintraub, hoje (22).

No entanto, o site oficial do ministério da Educação traz informação divergente. Na página inicial da ID Estudantil, há um timer em contagem regressiva. Como é possível ver no print, faltam ainda 15 dias e algumas horas para o lançamento oficial do app que garantirá meia-entrada para estudantes.

Entenda o documento

Para Weintraub, as carteirinhas digitais farão com que os estudantes economizem cerca de R$ 50 ao ano, já que para a obtenção do atual documento é necessário que o estudante pague uma taxa para a União Nacional dos Estudantes (UNE), que emite o documento.

“Por que algumas pessoas são contra a carteirinha digital? Porque a UNE ganha R$ 500 milhões por ano fazendo isso. A gente vai quebrar mais uma das máfias do Brasil, tirar R$ 500 milhões das mãos da tigrada da UNE. Esse dinheiro vem do povo, que paga R$ 50 na carteirinha todo ano”, defendeu o ministro com a nova medida.

O MEC ainda emitirá documento físico para aqueles que não tiverem acesso à smartphones ou desejaram, a partir de um contrato com a Caixa Econômica Federal para emissão gratuita ao estudante do ID Estudantil.

Quando lançada, a nova carteirinha estudantil estará disponível tanto na Play Store quanto na Apple Store.

Fonte: CanalTech

Eventos

Nova Acrópole Traz a Filósofa Lúcia Helena Galvão para Palestra no Dia Mundial da Filosofia

Fundada em 1957 pelo professor Jorge Ángel Livraga Rossi, historiador e filósofo, a Nova Acrópole é uma Organização Internacional que tem como objetivo promover a fraternidade, o voluntariado, a cultura, o conhecimento, o desenvolvimento humano por meio da Filosofia. A Nova Acrópole propõe um estudo da Filosofia de forma aplicada no dia a dia, conhecendo o pensamento dos grandes filósofos e trazendo para a realidade possível que o seu estudante pode ter, se tornando melhor a cada reflexão, a cada ação pós reflexão.

Na Semana Mundial da Filosofia, a Nova Acrópole Natal traz a palestra da renomada filósofa Lúcia Helena Galvão, no Holliday Inn, 19:30, dia 28 de novembro.

No dia 29, sexta-feira, na sede da Nova Acrópole Natal, três palestras sobre o Renascimento: “Leonardo da Vinci – O Expoente”, “As Sementes”, “Os Frutos”.

No dia 30, sábado, também na sede da Nova Acrópole Natal, uma audiência comentada sobre “A Música no Renascimento”, é uma palestra sobre “O Ser Humano Como Microcosmos”.

Sede Nova Acrópole Natal: Rua Trairi, 516, Petrópolis (próximo à Praça Cívica)

Contatos para informações: (84) 99898-6950

Governo do Estado, Viagens

Ah, Os Calos no Sapato

Cansada dos sapatos brasileiros, e à vontade demais, a governadora Fátima Bezerra preferiu tirar os “calçantes” durante reunião entre o Consórcio Nordeste e os franceses.

O presidente do tesouro nacional francês, Christophe Bories, deve ter ficado muito animado com a possibilidade de discussões bilaterais sobre sapatos e confortos.

Se vai vender mais ou menos por estar descalça ninguém sabe, mas sabe que a liturgia do cargo, só serve para os outros, não é?

Saúde

Primeira Vacina Contra o Vírus Ebola é Aprovada na União Europeia

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) aprovou, no último dia 11 de novembro, a primeira vacina contra o vírus ebola. O medicamento, batizado de Ervebo, foi desenvolvido pela farmacêutica alemã Merck.

Esta é a primeira vez que um medicamento contra a doença passa pela comissão europeia – o que significa que ele poderá ser armazenado e distribuído. “Essa é uma vacina com enorme potencial”, disse Seth Berkley, membro da EMA, em comunicado. “Ela já foi usada para proteger mais de 250 mil pessoas na República Democrática do Congo e pode muito bem tornar grandes surtos de ebola uma coisa do passado.”

Embora várias outras vacinas contra o ebola estejam em desenvolvimento, a Ervebo é a única que foi testada durante um surto da doença – e se mostrou muito eficaz na prevenção de infecções. O medicamento foi patenteado pela primeira vez em 2003, e foi administrado em caráter emergencial para conter o surto em curso na República Democrática do Congo, onde 2 mil pessoas morreram desde o início de 2018.

Mas esta não foi a primeira vez que o vírus da doença aterrorizou um país africano. Entre 2014 e 2016, quase 12 mil pessoas morreram vítimas da doença – que tem taxa de fatalidade de 50%, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). 

Felizmente, o novo medicamento possibilitará que milhares de pessoas sejam protegidas da doença, que é altamente contagiosa. Dentre os que receberão a vacina estão 60 mil profissionais de saúde na República Democrática do Congo e em países vizinhos.

Para David Heymann, epidemiologista da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, essa é uma ótima notícia, mas o trabalho continua. “A mensagem é que a pesquisa não está concluída. Deve continuar ”, ressaltou à revista científica Nature.

“É realmente importante continuar estudando e desenvolvendo as vacinas de segunda e terceira geração.” Segundo ele, aperfeiçoar esse medicamento é essencial para garantir uma imunização mais duradoura aos vacinados e facilitar a estocagem do produto.

Fonte: Galileu