Negócios, Tecnologia

Fazenda do Futuro Produz 15 Mil Toneladas de Tomate no Meio do Deserto

O agronegócio é um dos pilares da economia de qualquer país, visto que é necessário para a produção de alimentos e de certos tipos de commodities. Entretanto, a prática pode se mostrar especialmente difícil em alguns lugares. Um exemplo disso é a Austrália, onde os desertos (também conhecidos como outbacks) ocupam cerca de 56% do território da nação.

Mas a tecnologia já começou a apresentar soluções para esse problema.  A Sundrop Farms, localizada na província de Port Augusta, no sul da Austrália, descobriu uma forma de tornar essas regiões, conhecidas pelos seus ambientes hostis e temperaturas extremas, em polos de agricultura. O segredo deles? As fazendas hidropônicas. 

Fazendas Hidropônicas?
Ao contrário da agricultura tradicional, na qual os alimentos são cultivados na terra, no sistema hidropônico as plantas crescem na água. Nesse caso, os nutrientes que elas precisam para se desenvolver são dissolvidos no líquido.

No clima árido, a vantagem é que em nenhum momento as plantas entram em contato com o solo – cujas propriedades tornam impossível de se criar uma cadeia produtiva complexa.

E não é qualquer água que a Sundrop usa, mas água do mar. Segundo a empresa, são necessários mais de 1 milhão de litros por dia para manter o funcionamento. O forte sol que acomete essa região também é aproveitado. Todo processo de dessalinização usa energia solar, obtida por meio de 23 mil painéis.

O resultado é impressionante: cerca de 15 mil toneladas de tomate são cultivados na Sundrop Farms por ano. Esse valor corresponde a 15% da produção anual da Austrália.

Fonte: Empresas e Negócios