Curiosidade

Quem Foi Carlos Chagas, Pesquisador Brasileiro que Concorreu ao Prêmio Nobel

Carlos Chagas, um dos pesquisadores mais renomados e lembrados do Brasil, nasceu em 9 de julho de 1879 e foi o responsável por descobrir o protozoário Trypanosoma cruzi, causador da tripanossomíase americana, conhecida como doença de Chagas.

A doença, que pode causar insuficiência cardíaca, até hoje afeta entre 6 e 7 milhões de pessoa no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), e estima-se que outras 70 milhões estejam em risco de contraí-la.

Conheça mais sobre a vida de Carlos Chagas:

Foi expulso do internato
Filho de cafeicultores, o mineiro Chagas ingressou no Colégio São Luís, coordenado por jesuítas, no interior de São Paulo, aos oito anos. Mas, em 1888, ao ouvir boatos de que ex-escravos (recém libertos) estariam depredando fazendas, fugiu da instituição para encontrar a mãe em Juiz de Fora. Foi expulso do colégio e, mesmo voltando aos estudos, aderiu à boemia e foi reprovado em exames para cursar Engenharia.

Relação com a Medicina
De volta à cidade natal após a reprovação nos exames, um de seus tios maternos, que era médico, incentivou-o a seguir carreira na área. Voltou a São Paulo para obter os diplomas para a faculdade e, em 1897, entrou na Faculdade de Medicina no Rio de Janeiro.

Malária
Após concluir o curso, em 1902, começou a trabalhar no Instituto Soroterápico Federal (que após 1908 virou o Instituto Oswaldo Cruz), sob orientação do médico Oswaldo Cruz. Estudou o ciclo evolutivo da malária no sangue e passou a se dedicar ao combate da doença.

A grande descoberta
Em 1907, enquanto estava em Minas Gerais combatendo uma epidemia de malária, identificou no sangue de um sagui uma nova espécie de protozoário. Um engenheiro local informou ao pesquisador que havia uma infestação de barbeiro, um inseto cuja principal característica é picar o rosto de pessoas durante a noite. Chagas identificou a presença do protozoário no intestino dos insetos, já em fase evoluída.

A menina Berenice
Em 1909, Chagas identificou a presença do protozoário em Berenice, uma menina de três anos. Ela tinha febre e anemia, além da presença do parasita no cérebro e miocárdio. Ele descreveu, então, o ciclo da doença e suas complicações, principalmente a insuficiência cardíaca na fase crônica.

Prêmios e homenagens
Chagas morreu aos 55 anos, no Rio de Janeiro. Entre as dezenas de prêmios e homenagens que recebeu, foi nomeado membro honorário da Academia Brasileira de Medicina e fazia parte das principais sociedades de medicina tropical no mundo. Foi indicado quatro vezes ao prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina, mas nunca foi laureado com o reconhecimento. 

Fonte: Galileu