Curiosidade

Navio Naufragado de 500 Anos é Descoberto por Acidente Perto da Holanda

Um navio de 500 anos foi encontrado no Mar do Norte, perto da Holanda, por funcionários de uma empresa de salvamento que procurava contêineres de aço na região de Terschelling. Os pesquisadores buscam metais que caíram por acidente do navio MSC Zoe em janeiro deste ano.

A descoberta foi possível por conta de um sonar, que detectonou toneladas de cobre enterradas junto com a embarcação centenária. Martijn Manders, que lidera o programa internacional de arqueologia marítima da Agência de Patrimônio Cultural da Holanda, disse à Live Science  que o naufrágio pode ser o mais antigo já encontrado nas águas holandesas do Mar do Norte.

As madeiras recuperadas mostraram que o navio de 30 metros foi construído na década de 1540, época em que o método holandês medieval de construir cascos de navios estava sendo substituído da sobreposição de tábuas para o estilo em que pranchas planas eram pregadas a uma moldura de madeira. Esse método, conhecido como “carvel”, foi aprendido no Mediterrâneo e era essencial para a construção de embarcações grandes. 

Este achado pode ser chamado legitimamente de um “golpe de sorte”. Essa descoberta espetacular foi feita ao salvar os contêineres. Estou muito curioso sobre qual informação será revelada. Essa é também a beleza da arqueologia: estimula a sua curiosidade e imaginação. Acho que essa descoberta é realmente um enriquecimento da herança holandesa ”, disse o ministro holandês Van Engelshoven em comunicado.

O cobre

Os arqueólogos acham que o navio estava viajando do Mar Báltico para a Antuérpia (agora na Bélgica, mas no início dos anos 1500 a região fazia parte da Holanda) quando afundou. A carga de cobre a bordo pode representar um dos primeiros usos do material para a confecção de moedas na Europa.

As plaquinhas de cobre estão marcadas com um selo que identifica sua produção pela abastada família Fugger, da Alemanha, o que fortalece a hipótese criada após testes químicos mostrarem que o metal encontrado é idêntico às primeiras moedas de cobre utilizadas na Holanda.

O naufrágio traz à luz informações sobre três importantes fatores da história holandesa: a mudança fundamental nas técnicas de construção naval, o crescimento da economia holandesa após os anos 1500, e a introdução da cunhagem de cobre. “Temos três coisas que tornam este navio tão excepciona”, disse Manders.

Fonte: Revista Galileu

Assembléia Legislativa

Deputado Estadual Hermano Morais é Propositor da Sessão Solene pela Campanha da Fraternidade 2019

O deputado estadual Hermano Morais (MDB) será o propositor de Sessão Solene pela Campanha Fraternidade 2019. O evento acontecerá na próxima quarta-feira (24), a partir das 9h, no Plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

De acordo com a CNBB “a Igreja Católica buscará chamar a atenção dos cristãos para o tema das políticas públicas, ações e programas desenvolvidos pelo Estado para garantir e colocar em prática, direitos que são previstos na Constituição Federal e em outras leis. Além disso, a Igreja no Brasil pretende estimular a participação dos cristãos em políticas públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja para fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais da fraternidade”.

Com tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1,27), a Campanha da Fraternidade remete não só, a comunidade católica, mas também a grupos de outras denominações religiosas a reflexão sobre a realidade pela qual nossa sociedade está passando, muitas vezes, sem amparo de políticas públicas capazes de diluir os mais diversos conflitos existentes.

De acordo com a CNBB, a Campanha da Fraternidade é uma atividade ampla de evangelização que pretende ajudar os cristãos e pessoas de boa vontade a vivenciarem a fraternidade em compromissos concretos, provocando, ao mesmo tempo, a renovação da vida da Igreja e a transformação da sociedade, a partir de temas específicos.

Em 2019, a Conferência convida todos a percorrer o caminho da participação na formulação, avaliação e controle social das políticas públicas em todos os níveis como forma de melhorar a qualidade dos serviços prestados ao povo brasileiro.

Para a Sessão Solene foram convidadas o coordenador da campanha no RN, padre Robério, o arcebispo metropolitano Dom Jaime Vieira Rocha, Secretaria Municipal de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Renovação Carismática, Colégios Católicos.

Internacional

Mais de 200 Mortos e 450 Feridos em Oito Atentados no Sri Lanka

Uma série de explosões de bombas em igrejas e hotéis de luxo causou uma matança neste domingo no Sri Lanka. Pelo menos 207 pessoas morreram − incluindo 35 estrangeiros − e mais de 450 ficaram feridas, segundo o porta-voz da polícia, Ruwan Gunasekera. “Não podemos confirmar se foram atentados suicidas”, acrescentou o porta-voz. Ele anunciou a detenção de três pessoas, mas segundo a imprensa local, citada pela Reuters, o total de suspeitos detidos chega a sete. Entre os mortos há pelo menos nove estrangeiros. Embora nenhum grupo tenha assumido a autoria dos ataques, o ministro da Defesa, Ruwan Wijewardene, afirmou que os culpados já foram identificados e os definiu como extremistas religiosos.

As primeiras explosões, ocorridas no início da manhã, causaram um banho de sangue em três igrejas e em três hotéis de luxo localizados em diferentes lugares do país, onde centenas de fiéis celebravam o Domingo de Páscoa. Mais tarde ocorreram outras duas explosões: uma na área de um hotel vizinho ao zoológico nacional e outra em um complexo residencial no norte de Colombo.

Estes ataques são os mais sangrentos desde o fim da guerra civil no Sri Lanka, um conflito étnico-religioso que opôs a maioria budista cingalesa e a minoria hindu tâmil durante décadas. Após os atentados, foi decretado toque de recolher imediato e por tempo indeterminado, informou o Ministério da Defesa.

Uma das explosões aconteceu na igreja de Santo Antônio de Colombo, outra na igreja de São Sebastião de Negombo, ao norte da antiga capital, e a terceira em uma igreja de Batticaloa, no leste da ilha. Os três hotéis de luxo atacados − Cinnamon Grand, Kingsbury e Shangri-La, todos de cinco estrelas − ficam em Colombo. A sétima explosão ocorreu perto de estabelecimento turístico junto ao zoológico de Dehiwala, ao sul da capital. A oitava explosão teve lugar em uma área residencial em Dermatagoda. O ministro do Sri Lanka para as Reformas Econômicas, Harsha de Silva, comentou no Twitter, citando o ministro da Defesa, que estas últimas explosões “parecem ter sido causadas” por suspeitos dos primeiros atentados enquanto fugiam das forças de segurança.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram fachadas e telhados destroçados, e sangue em bancos próximos ao altar em uma das igrejas atacadas. O primeiro-ministro cingalês, Ranil Wickremesinghe, condenou o que qualificou que “ataque covardes”. “Conclamo todos os cingaleses a permanecer unidos e fortes neste momento trágico. […] O Governo está tomando medidas imediatas para controlar a situação”, afirmou Wickremesinghe em uma mensagem no Twitter. O Executivo convocou uma reunião de emergência do gabinete de segurança nacional para analisar a situação.

O ministro Harsha de Silva, que estava em uma igreja no momento de um dos ataques, descreveu “cenas horríveis” de corpos destroçados depois da explosão. Em um comunicado, o presidente do país, Maithripala Sirisena, conclamou a população a manter a calma e apoiar as autoridades enquanto continuam as investigações sobre os atentados

Os ataques contra minorias religiosas na ilha vêm se repetindo. Em 2018, o Governo declarou estado de emergência depois que confrontos entre muçulmanos e budistas deixaram dois mortos. Naquela ocasião, dezenas de pessoas foram detidas.

O Sri Lanka, com quase 21 milhões de habitantes, é um país majoritariamente budista que conta com 1,2 milhão de católicos. Os budistas representam 70% da população, os hindus 12%, os muçulmanos 10% e os cristãos, 7%.

A tensão religiosa nesta ilha do Oceano Índico continua grande, mesmo depois que foi declarado, em 2009, o fim de 26 longos anos de conflito étnico entre a maioria cingalesa budista e a minoria tâmil hindu. A guerra causou entre 80.000 e 100.000 mortes. Agora, grupos cristãos dizem estar sofrendo uma crescente intimidação por parte de grupos budistas extremistas. Durante os últimos anos, os ataques a outras minorias religiosas aumentaram, particularmente contra a comunidade muçulmana, alcançando seu ponto mais virulento em março de 2018, quando os distúrbios entre budistas e muçulmanos levaram o Governo a declarar estado de emergência nacional.

No ano passado houve 86 incidentes de discriminação, ameaças e violência contra cristãos, segundo a Aliança Nacional de Cristãos Evangélicos do Sri Lanka, que representa mais de 200 igrejas e outras organizações cristãs do país asiático. Só neste ano, essa organização registrou 26 incidentes desse tipo, incluindo a tentativa de boicotar uma missa por parte de monges budistas em 25 de março.

Imagens divulgadas pela mídia local mostram a magnitude da explosão deste domingo em uma das igrejas, com o teto semidestruído, escombros e corpos pulverizados. “Por favor, fiquem calmos e dentro de suas casas. Há muitas vítimas, incluindo estrangeiros”, afirmou Harsha de Silva depois de visitar vários dos lugares atacados.

O ministro se mostrou chocado com o que viu. “Cenas horríveis. Vi membros amputados, destroçados, por todo lado. Equipes de emergência estão totalmente mobilizadas em todos os pontos”, afirmou Silva. “Levamos muitas vítimas para o hospital, esperamos ter salvado muitas vidas”, acrescentou.

As autoridades espanholas pediram que seus cidadãos que estão no Sri Lanka tomem todas as precauções depois dos atentados. “Houve várias explosões no Sri Lanka nesta manhã. Recomenda-se o máximo de precaução”, declarou a Embaixada da Espanha na Índia, que cuida dos assuntos diplomáticos no Sri Lanka. “Minha mais enérgica condenação aos terríveis atentados no Sri Lanka. Dezenas de vítimas que celebravam a Páscoa nos fazem chorar”, afirmou o chefe de Governo espanhol, Pedro Sánchez, em sua conta no Twitter.

Fonte: El País

Parlamento

Um Ranking, Várias Dúvidas

Como analisar o desempenho de um parlamentar, em especial em poucos meses de legislatura?

Nas redes sociais, blogs e afins, muita gente divulgando um ranking baseado em: presença nas sessões, privilégios, processos judiciais, qualidade legislativa, formação e filiação partidária. O campeão do ranking da bancada federal do Rio Grande do Norte, segundo estes critérios, é o senador Styvenson Valentim e a última colocada, a senadora Zenaide Maia.

Pensando nesses critérios surgem algumas dúvidas sobre o ranking. Vejamos:

Presença em sessões – bastante importante, mas é como aluno desinteressado, se estiver presente mas não participar, a presença de nada adianta. Só faz número e muito marketing por nada;

Privilégios – quais privilégios possui cada parlamentar, e quanto custam esses privilégios para a população?;

Processos judiciais – Quantos e o quais processos cada parlamentar tem, e quem analisa a importância de cada um desses processos dentro do mandato para ser rankeado?;

Qualidade legislativa – O que é qualidade legislativa para quem faz o ranking? Apresentação de projetos? Do que adianta um projeto apresentado se não é aprovado e, se aprovado, de nenhum uso para a sociedade, de fato? Quantidade não é qualidade.

Formação – Um médico ganha mais pontos no ranking do que um professor? Um advogado mais que um palhaço? Mas se o palhaço produzir mais que o advogado ou médico, com projetos mais reais e de impacto positivo para população? Como medir essa diferença?

Filiação partidária – Quem muda mais de partido ganha menos pontos? E quem foi eleito pela primeira vez, concorre por esses pontos no mesmo pé de igualdade com os que estão há mais tempo e já podem ter mudado de partido por questões pessoais, erros iniciais?

Com tantas dúvidas, com critérios divulgados mas totalmente subjetivos e não explicados, esse ranking parece um embuste.

A quem interessa divulgar algo tão frágil em seus critérios de escolha?

Economia, Indústria

Primeiro Carro Híbrido Flex do Mundo é Apresentado no Brasil

A Toyota apresentou na última quarta-feira (17), em São Paulo, o primeiro carro com propulsão híbrido flex do mundo, o que significa que ele pode ser abastecido tanto pelos combustíveis tradicionais (etanol e gasolina) quanto por eletricidade. O modelo é o clássico Corolla e será produzido na cidade de Indaiatuba, interior paulista.

É importante destacar que o automóvel não utiliza o mesmo mecanismo presente nos carros elétricos, que são recarregados por uma tomada adaptada. Em vez disso, utiliza uma tecnologia chamada “flex fuel”, que armazena a propulsão elétrica em uma segunda bateria dentro do carro. Essa propulsão é gerada a partir do uso dos combustíveis, cujo consumo deve reduzir em mais de 20%.

Ou seja, basicamente, o Corolla flex fuel ainda é um veículo que queima combustível e polui a atmosfera, porém reduz o consumo de energia e as emissões em 20%. O que acontece é que o gás do combustível é usado primeiro para gerar uma pequena carga elétrica, e só então fazer com que o automóvel comece a rodar.

O projeto da Toyota recebeu investimento de R$ 1 bilhão e deve gerar 900 empregos diretos. A previsão é que a versão adaptada do Corolla seja lançada em outubro no Brasil, com possibilidade de exportação para outros países da América Latina. Preços não foram revelados.

Fonte: PC World

Arte

Agenda Cultural da Prefeitura do Natal

A programação cultural de projetos incentivados pela Prefeitura do Natal está variada e atende diversos públicos e estilos. Passa pelos shows, espetáculos infantis, homenagem ao Chorinho e apresentações circenses. A Prefeitura do Natal promove a cultura e a Economia Criativa da cidade através da Lei Djalma Maranhão e editais de fomento como o Fundo de Investimento à Cultura (FIC) e o Cultura na Cidade. Confira a agenda para este fim de semana:

SOM NA CAIXA COM BISTECA E BOCHECHINHA

O projeto “Som na Caixa” – que conta com incentivo da Prefeitura do Natal via Programa Djalma Maranhão – apresenta neste domingo de páscoa (dia 21), os palhaços Bisteca e Bochechinha. Nesta edição eles dividem o palco com o palhaço Peteca. O espetáculo traz em seu enredo a preservação da magia do circo por meio de teatro de bonecos e números circenses.

ENTRADA FRANCA.

Início: 18H30.

Local: Pátio Externo da Arena das Dunas.

BOSQUE ENCENA COM GRUPO ESTAÇÃO DE TEATRO

O Bosque Encena desse domingo recebe Nara Kelly, do grupo Estação de Teatro apresentando o espetáculo 1, 2, 3… Conto outra vez! Através das histórias “O pote vazio”, “A Lagartinha Comilona” e “Pandolfo Bereba” a atriz estabelece uma relação direta com o público que é convidado a interagir com a trama de forma envolvente e divertida. A apresentação acontece no Anfiteatro Pau-brasil, no Parque das Dunas, com entrada franca. Início: 10h. O acesso ao Parque das Dunas custa R$ 1.

DIA NACIONAL DO CHORO NA TRAVESSA PAX

A Travessa Pax (largo K-Ximbinho, Cidade Alta) recebe na próxima terça-feira (23) as comemorações pelo Dia Nacional do Choro. Em Natal, o projeto tem incentivo da Prefeitura do Natal e terá participação dos principais artistas e grupos que trabalham da cidade: Choro Caçuá, Priscila Matos, Choro da Terra, Laryssa Costa, Choro Real, Chico Bethoven e o Regional Choro do Elefante.

O evento começa às 18h e a entrada é franca.

ENCONTRO DE TROMBONES

A partir deste domingo (21), com abertura no projeto Som da Mata, acontece o VII Encontro de Trombones de RN, no Parque das Dunas. Nesta 7° edição estão convidados os professores Ricardo Pacheco (Brasília), Marlon Barros (Paraíba), Luana Marlene (São Paulo), Rômulo Santiago e Ricardo Féliz (Ceará), Pedro Augusto e Bruno Farias (RN). O homenageado deste ano será o pernambucano de nascimento, mas potiguar de coração, o muito querido Gilberto Cabral. O Som da Mata acontece graças à renúncia fiscal da Prefeitura do Natal e tem entrada gratuita.

Início: 16h30.

Local: Anfiteatro Pau-brasil | Parque das Dunas.

MÚSICAS NAS ESCOLAS COM CAMARONES

O projeto “Música Instrumental Nas Escolas” acredita na força e na potência da música instrumental como uma ferramenta educativa, atuando na formação de público, dando a oportunidade para crianças e jovens receberem um show musical em sua comunidade escolar. Nos próximos dias 22 e 23 de abril o projeto recebe a banda Camarones Orquestra Guitarrística nas Escolas Municipais Juvenal Lamartine e Antônio Severiano, sempre às 10h. O som do Camarones é rock dançante instrumental, com muita energia e sempre misturando elementos de surf music, ritmos brasileiros e ska. Formada pelos músicos Ana Morena (baixo), Anderson Foca (guitarra), Yves Fernandes (Bateria) e Alexandre Capilé (guitarra) o Camarones Orquestra Guitarrística segue como um dos grupos independentes mais ativos do país.

TERÇAS CLÁSSICAS NO RIACHUELO

Com a proposta de atravessar a imaginação do público e transportá-la em sentimentos, o projeto terças Clássicas apresenta a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, no próximo dia 30 de abril, com o II Concerto Oficial Temporada 2019 intitulado Uma noite na Polônia! A apresentação ocorre no Teatro Riachuelo, às 20h e conta com a presença de dois grandes nomes da música sinfônica nacional e internacional, o maestro polonês Mariusz Smolij e o solista brasileiro Davi Graton, violinista da Osesp.

A entrada é gratuita e o 1º lote de ingressos será distribuído no dia 22 de abril pelo site http://www.osrn.com.br/. Cada CPF dá direito a dois ingressos.

Arte, Cinema

Filme “A Tradicional Família Brasileira – KATU” Estréia pelos Festivais do Brasil

O povoado do Eleotério do Katu, localizada entre os municípios de Canguaretama e Goianinha, que possui a única escola indígena do RN, foi objeto de uma reportagem do Dia do Índio feita pelo jornal Tribuna do Norte em 2007. E foi nessa ocasião que começou a saga audiovisual que deu origem “A TRADICIONAL FAMÍLIA BRASILEIRA – KATU”. O filme narra um recorte do desdobramento da vida desses jovens que foram entrevistados na época, para através deles, abordar histórias coletivas abrangentes, que transpassam suas trajetórias individuais na comunidade indígena, ressaltando a questão da herança cultural e étnica desses povos.

A intenção da obra é valorizar as narrativas orais e as memórias dos excluídos, trazendo maior luz à reconstrução da história marginal dessas comunidades. Dessa forma pretende-se compreender como tem sido a reconstrução social e sobrevivência dos povos indígenas em nosso estado.

Dirigido e roteirizado por Rodrigo Sena, o filme que começou em 2007, tem em 2019, o seu ano de estreia e circulação por festivais do Brasil. Ainda nesse mês de abril o filme fará uma pré estreia na 12º edição do Festival Curta Taquary, que acontece na cidade de Taquaritinga do Norte, agreste de Pernambuco. “Estamos aguardando resultados de outros festivais importantes do país, o nosso desejo é de circular ao máximo com esse filme”, afirma Arlindo Bezerra, produtor executivo do filme.

O filme agora, além de circular pelo país, está sendo formatado para ser vendido como série para televisão. O material captado durante as filmagens do curta se mostrou bastante denso, e com potencial suficiente para estender a narrativa, transformando-a em uma obra seriada, capaz de descrever mais detalhadamente a questão indígena no RN. Assim, foi elaborado o prospecto da série A TRADICIONAL FAMÍLIA BRASILEIRA – KATU que, após esse redimensionamento, está dividida em 3 capítulos com duração de 52 minutos cada. Nesses episódios será possível, acompanhar parte das trajetórias pessoais de jovens da comunidade do Katu e saber como as visões de mundo ligadas ao ideário da cultura indígena foram sendo transformados no decorrer dos anos, acomodando-se ao enquadramento maior da tradicional família brasileira.  

O filme é uma realização da ABOCA Audiovisual, Ori Audiovisual e Studium Produções. Com patrocínio da Prefeitura do Natal, BRDE, FSA e ANCINE, através do edital Cine Natal 2014.

Abaixo um teaser do filme