Câmara Municipal, Prefeitura, Transporte

”Se a Licitação Tiver Cláusulas Mirabolantes, Seturn Continuará com o Poder”, Adverte Nina Souza

Ao avaliar a tentativa da oposição de colocar muitas cláusulas que encarecem o preço da passagem e outras que inviabilizam as empresas de terem interesse no transporte de Natal, a vereadora Nina Souza (PDT) ressaltou, nesta segunda-feira (3), que isso faz o transporte ficar nas mãos do Seturn.

“Quanto mais emendas que venham a inviabilizar a licitação dos Transportes, mais tempo o Seturn comanda. Para o município passar a ter o controle, precisamos de uma licitação de pés no chão, dentro da nossa realidade, sem cláusulas mirabolantes, para termos um contrato e podermos cobrar o cumprimento de cada item”, avaliou Nina Souza.

A vereadora explicou que, no momento delicado da economia brasileira e da potiguar, as exigências muitas vezes apresentadas pelos vereadores tornam a licitação pouco atrativa.

“Os dois lados precisam ceder. Creio que aprovamos diversos avanços e melhorias, mas algumas particularidades não têm como serem inclusas, porque tornam o preço da passagem inacessível para o consumidor. Precisamos ser objetivos, diretos e principalmente sóbrios, no que vamos acrescentar”, finalizou Nina.