Governo do Estado, Nacional

Nordeste Independente?

Há quem defenda a separação do Nordeste das demais regiões do Brasil. Há quem sonhe que o hino nacional do Nordeste independente, do Nordeste separado, seja Asa Branca. Mas entre o defender e o querer, a realidade de que a dependência econômica, e a vontade popular não se faz demonstrar para defesa dessa independência.

Pois bem, os atuais governadores eleitos no Nordeste, aliados do PT, parece que querem criar uma independência política do Governo Federal e do comando do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), esquecendo da dependência financeira.

Com reunião marcada para hoje com Bolsonaro, os governadores do Nordeste enviaram um representante, Wellington Dias (PT), governador do Piauí, e não mais que isso. Sim, do Piauí que “cedeu” o programa de governo para a então candidata do PT, Fátima Bezerra.

O Rio Grande do Norte, sufocado, afundado em uma crise sem precedentes, abriu mão de ter um diálogo republicano com o presidente eleito olho no olho. O RN, via Fátima Bezerra, nem assumiu e demonstra uma postura radical, rancorosa, e prejudicial no caminho para tirar o estado da crise.

Depois do Muro de Berlim, parece que querem construir o Muro Nordestin, sinal de irresponsabilidade e de compromisso com cada partido nacionalmente, esquecendo a dificuldade e realidade local, para desespero do povo do RN, em especial. Lamentável.