OAB

Certidão da Controladoria do Conselho Federal da OAB Comprova: Prestação de Contas Já Foi Auditada e Não Tem Irregularidades

A prestação de contas relativa ao exercício de 2017 do Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RN) foi submetida à auditoria da Controladoria do Conselho Federal da OAB ainda no mês de junho, não sendo apontada qualquer irregularidade ou ressalva.

A informação, que vem sendo reiterada pelo presidente da OAB Paulo Coutinho, candidato à reeleição, está comprovada por Certidão da Controladoria Geral do Conselho da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), assinada pelo gerente da Controladoria do Conselho Federal da OAB, Alberto Jones Souza.

A Controladoria foi o órgão que realizou a auditoria das contas da atual gestão da OAB/RN relativas a 2017 dentro da prestação de contas que tramita no Conselho Seccional e que, segundo destaca, aponta a inexistência de qualquer irregularidade ou ressalva nas contas que foram avaliadas.

“Certifica que o Relatório de Auditoria n. 018/18/CTL/CFOAB de 14.06.18, referente a análise do exercício de 2017, não apontou qualquer irregularidade e que as recomendações citadas no ponto “5 – Recomendações para o Aprimoramento do Controle Interno” não se caracterizam como ressalvas”, diz o texto do documento.

O relatório de auditoria é um dos elementos que compõe o processo de prestação de contas. “Sempre estivemos tranquilos quanto a esse tema! As contas não só foram prestadas como já foram auditadas pelo Conselho Federal da OAB com a conclusão, pelo Controlador-Geral, da inexistência de qualquer irregularidade ou ressalva a ser apontada na prestação de contas de 2017”, afirma Paulo Coutinho.