Economia, Eleições 2018, Política

Carlos Eduardo na Fiern: “RN Acompanha Novo Sentimento do Brasil e Serei Eleito”

Ao ser sabatinado nesta segunda-feira(22/10) pelas classes produtivas na Federação das Indústrias(Fiern), o candidato a governador pelo PDT, ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo, mostrou confiança na sua vitória no próximo domingo(28/10), por constarar que o Rio Grande do Norte vai seguir o Brasil e “encerrar o ciclo petista”.

O candidato disse que sua vitória e a de Jair Bolsonaro refletem o momento de mudança definido pelo eleitor: “ Domingo será dia decisivo para o Brasil e para o RN. Eleição nacional está decidida porque o país vai botar um ponto final no ciclo petista. O RN não vai na contramão do Brasil e também expressará nas urnas o novo sentimento ”.

Carlos Eduardo acrescentou: “ Teremos um Governo parceiro no Brasil com o Presidente Bolsonaro e vamos buscar o apoio necessário para tirar o RN do fundo do poço. Minha adversária é inimiga radical do futuro presidente. Lembrem-se.”

Veja trechos da participação de Carlos Eduardo na sabatina:

Escolha de Secretário

“Vou ouvir a Federação das Indústrias e a Federação do Comércio para escolher o futuro Secretário de Desenvolvimento Econômico “.

Reconhecimento

“Serei governador para oferecer ao Rio Grande do Norte minha capacidade administrativa reconhecida pelo povo em quatro gestões na Prefeitura de Natal. A vitória de 70 mil votos sobre minha adversária no 1o turno atestou esse reconhecimento e será maior”.

Eixos do Governo

“Nosso governo terá dois eixos: Ajuste fiscal(sem demissões) e retomada do desenvolvimento. Parceria com setor privado. Quem gera emprego é investidor, não o Estado”.

Agência

“A agência público-privada será fórum mensal de integração do governo com investidores. Recuperar e manter empreendimentos perdidos, retomar empregos, sem nenhum custo ou cargo a mais para o Estado”.

Segurança

“Medidas de ajuste serão tomadas para resgatar a Segurança. Os investimentos caíram 66% e o resultado é o RN com recorde de violência. Com economia de gastos, poderemos investir na segurança.”

Pacto

“Precisamos de um pacto social no RN. Diálogo com todas as forças produtivas e institucionais para resgatar nosso Estado. Assim fiz na Prefeitura de Natal e assim farei no Governo”.