Cultura

Sábado (8) e Domingo (9) tem “Meu Seridó” Dentro do Edital Território das Artes Cênicas, da Prefeitura do Natal

353e5c5c-b20e-4a20-92c9-1e9a6d99b48e

Festival Território Cênico acontece no TECESOL até novembro com grupos potiguares e incentivo da Prefeitura do Natal

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Cultura (Secult/Funcarte), apresenta neste sábado (8) e domingo (9) a primeira edição do Festival Território Cênico, no TECESOL, no Conjunto Pirangi. O projeto vai até o mês de novembro. A abertura ficará por conta do consagrado espetáculo “Meu Seridó”. As apresentações começam às 18h e haverá feirinha de artesanato, praça de alimentação e aos sábados pocket shows com artistas convidados.

664269ea-bc23-4640-90f7-f2c715d1e094

A ação de formação teatral é fruto da inciativa da Prefeitura de Natal, através da Funcarte, com o lançamento de editais voltados para o segmento teatral. O Festival será protagonizado pelos coletivos Grupo Estação de Teatro, Grupo de Teatro Facetas, Mutretas e Outras Histórias e as produtoras Casa de Zoé e BOBOX Produções.

O TECESOL fica na Rua Governador Valadares 4858, perpendicular à Av. Ayrton Senna em Neópolis, pela altura da lagoa de captação do Jiquí. Trata-se de um território coletivo onde se desenvolvem diversas atividades, tais como: criação, montagem e manutenção de espetáculos teatrais, oficinas formativas, intercâmbios com grupos externos e atividades administrativas.

b3b03a07-19f2-44ed-945d-b346b9c7194a

Sinopse

Meu Seridó – Casa de Zoé

O sertão que vibra, pulsa e faz viver. O sertão das mulheres esquecidas e das mulheres que sonham. O não lugar, como escreveu Guimarães Rosa, o sertão que é seca e água, e é também o espaço da imensidão. Com fortes questões norteadoras, o espetáculo “Meu Seridó” traz a condição da mulher no sertão, a extinção do indígena em detrimento do boi e a desertificação, na luta diária pela sobrevivência como força bruta do ser. Sonhado pela atriz Titina Medeiros, a peça tem direção de César Ferrário e texto de Filipe Miguez (autor da novela Cheias de Charme). Como o próprio autor escreveu: “A nossa história acontece em algum lugar entre a realidade, o delírio e a nostalgia”. Classificação: Livre

Programação completa Festival Território Cênico:

SETEMBRO

08/09 (sábado)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – Espetáculo Meu Seridó – Casa de Zoé
19h30 – Pocket show musical do Grupo Facetas, Mutretas e Outras Histórias

09/09 (domingo)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – Espetáculo Meu Seridó – Casa de Zoé

22/09 (sábado)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – Espetáculo Guerra, formigas e palhaços – Grupo Estação de Teatro
19h30 – Pocket show musical de Ananda Krishna

23/09 (domingo)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – Espetáculo Guerra, formigas e palhaços – Grupo Estação de Teatro

29/09 (sábado)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – Espetáculo Quintal de Luís – Grupo Estação de Teatro
19h30 – Pocket show musical Forró em 3 Atos

30/09 (domingo)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – Espetáculo Quintal de Luís – Grupo Estação de Teatro

OUTUBRO
12/10 (sexta)
16h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
17h – Um Sonho de Rabeca no Reino da Bicharada – Grupo Estação de Teatro

13/10 (sábado)
16h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
17h – Estação dos Contos – Grupo Estação de Teatro

14/10 (domingo)
16h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
17h – Sal, o Menino Mar – Grupo Facetas, Mutretas e Outras Histórias

20/10 (sábado)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – A Jornada de um Imbecil até o Entendimento – Grupo Facetas, Mutretas e Outras Histórias
19h30 – Pocket show da Família Pádua

21/10 (domingo)
17h – Abertura da feira de artesanato e Praça de Alimentação
18h – A Jornada de um Imbecil até o Entendimento – Grupo Facetas, Mutretas e Outras Histórias

NOVEMBRO
05 a 09/11 – 19h às 22h – Oficina “O ator na cena” ministrada por Rogério Ferraz