Uncategorized

Irmão de Beto Richa Tem Prisão Temporária Convertida em Preventiva

O juiz federal Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba, converteu neste sábado, 29, a prisão temporária do ex-secretário do Paraná José Richa Filho, Pepe Richa, em preventiva – custódia por tempo indeterminado. O irmão do ex-governador do Estado Beto Richa (PSDB), candidato ao Senado, foi preso pela Operação Lava Jato 55 no dia 26 de setembro.

Na decisão, o magistrado apontou um ‘complexo e sofisticado esquema criminoso, que perdura há anos num cenário de corrupção sistêmica’. Segundo o juiz, as prisões preventivas do irmão de Beto Richa e de mais dois alvos da Lava Jato ‘se revelam imprescindíveis para preservar a ordem pública e econômica, na tentativa de desarticular a associação criminosa, impedir a reiteração delitiva e recuperar o resultado financeiro criminosamente auferido como proveito da ação ilícita’.

“Entendo inviável a aplicação de medidas cautelares diversas da prisão, uma vez que a natureza e a dinâmica da atividade de lavagem de dinheiro permitem que a atividade criminosa seja efetivada de qualquer lugar, com o uso de tecnologia e outros meios de comunicação, situação que evidencia que a prisão preventiva é a única medida efetiva para garantir a ordem pública, visando evitar eventual reiteração criminosa”, afirmou.

“Expeçam-se os mandatos de prisão preventiva”

O ponto central da nova etapa da Lava Jato é a delação premiada do ex-diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) no estado, Nelson Leal Júnior. A PF e o Ministério Público Federal reuniram provas de corroboração das revelações do delator.

A Lava Jato identificou dois esquemas paralelos de pagamentos de propinas envolvendo o DER do Paraná: um deles era intermediado pela Associação Brasileira de Concessões Rodoviárias (ABCR) e funcionava desde 1999 e outro de propinas mensais de 2% dos valores de cada contrato vigente com os fornecedores do DER, implementado no governo estadual, a partir de 2011. Os esquemas teriam girado R$ 55 milhões em pagamento de propinas.

A reportagem está tentando contato com a defesa de Pepe Richa. O espaço está aberto para manifestação. No dia em que o ex-secretário foi preso, a defesa se manifestou desta forma.

Com a palavra José Richa Filho

Nota da defesa de José Richa Filho

A defesa do ex-secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, informa que o investigado nunca foi chamado pela Polícia Federal para esclarecer quaisquer fatos atinentes à operação realizada na data de hoje. O processo tramita sob sigilo na 23a. Vara Federal e, apesar de requerido pela defesa, até o momento, não se obteve acesso aos autos. O ex-secretário seguirá colaborando com a Justiça e confia que sua inocência restará provada na conclusão do processo.

Curitiba, dia 26 de setembro de 2018.

Fonte: Jovem Pan/UOL

Eleições 2018, Política

Em Martins, Carlos Eduardo Recebe Apoio de Prefeita, Vice, Vereadores e Lideranças

Fotos: Cláudio Abdon

O candidato a governador pela coligação 100%RN, ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT), recebeu neste domingo (30/09), o apoio da prefeita Olga Fernandes, da vice-prefeita Flávia Lamas Fernandes, da ex-prefeita Maria José Gurgel Costa( Mazé), todas do DEM de Martins, 371 quilômetros a Oeste da capital . Vereadores também declararam voto a Carlos Eduardo.

Majoritário em Martins há vários anos, o grupo político da prefeita Olga Fernandes entra firme na reta final para construir um novo cenário na eleição para governador, com amplas chances de vitória para Carlos Eduardo.

Estiveram presentes em Martins, Carlos Eduardo, o senador José Agripino (DEM), candidato a deputado federal e o deputado estadual e candidato à reeleição Gustavo Fernandes (PSDB). Em Martins, Carlos Eduardo encerrou a maratona iniciada sexta-feira no Oeste e partiu ao Seridó para novas visitas(Jardim de Piranhas, Serra Negra do Norte, Jardim do Seridó e Caicó) com a Caravana 12.

Curiosidade, Política

O Candidato Que Disputou 95 Eleições e Perdeu Todas

Recordista mundial em eleições disputadas – e perdidas -, o canadense John Turmel, de 67 anos, está em campanha novamente. Em 22 de outubro, ele concorre com outros seis candidatos à prefeitura de Brantford, cidade de 98 mil habitantes na província de Ontário, onde vive.

Esta é a 96ª eleição disputada por Turmel. Ao longo de quatro décadas, ele já concorreu a cargos locais, estaduais e federais, na maioria das vezes como independente, em outras por agremiações como o Partido dos Pobres de Ontário, fundado por ele em 2011, o Partido Abolicionista do Canadá, que fundou em 1993, ou o Partido do Crédito Social do Canadá. A única vez em que não foi derrotado foi em 2008, quando o pleito foi cancelado.Esse desempenho garantiu ao canadense um lugar no Livro Guinness dos Recordes Mundiais como o candidato com o maior número de derrotas. Mas Turmel afirma não se importar com o título e diz que as campanhas são uma oportunidade de divulgar suas ideias.

Mesmo tendo perdido 95 eleições, eu estou dizendo às pessoas como podem se salvar. Como isso poderia me incomodar?”, disse Turmel à BBC News Brasil.

Ele lamenta, no entanto, o fato de a imprensa dar mais atenção ao recorde do que a sua plataforma, focada em temas como abolição das taxas de juros e criação de um sistema comunitário de permuta de bens e serviços, com uso de uma moeda baseada no tempo que cada um gasta em determinada atividade.

Taxas de juros levam as pessoas à falência, à pobreza, ao desemprego. Eu me tornei conhecido como o manifestante contra os juros, protestava em frente aos bancos por todo o país, tem sido minha missão”, relata.

Pôquer e início de carreira

Turmel tem um diploma em Engenharia Elétrica e costuma aparecer em vídeos e debates com um capacete de construção civil com a frase “Turmel, o Engenheiro”, mas foi por conta da carreira como jogador de pôquer profissional que acabou ingressando na política.

“Fui um famoso jogador por 42 anos. Há dois anos comecei a receber aposentadoria e parei de jogar. Para mim sempre foi um trabalho, nunca um vício”, salienta.

Em 1979, cansado de enfrentar problemas com a polícia por conta de jogos clandestinos que organizava, decidiu concorrer ao Parlamento com a proposta de legalizar os jogos de azar.

Ele recebeu apenas 193 votos, 0,35% do total, mas o resultado não abalou sua vocação política. Ao longo dos anos, sua plataforma se ampliou para incluir temas como legalização da maconha e da prostituição.Comumente descrito na imprensa como “super-perdedor”, Turmel usa outros termos superlativos para se referir a si próprio, como “John, o super-engenheiro antipobreza”, “primeiro-ministro do planeta”, “grande jogador canadense” ou “rei dos pobres”.

Ele mantém um site e um canal no YouTube em que detalha suas propostas, muitas vezes em formato de poesia. Os vídeos cobrem assuntos variados, desde suas ideias sobre economia até outros em que descreve as mudanças climáticas como uma farsa, enumera os efeitos benéficos de beber a própria urina ou aparece tocando acordeão.

Debates e polícia

Vários vídeos mostram o candidato sendo retirado pela polícia de debates para os quais não havia sido convidado.

“Se eu não posso falar na TV, o jogo está manipulado, então eu vou lutar para poder aparecer na TV, para receber a mesma quantidade de tempo”, ressalta.

“Muitas e muitas vezes, quando fazem um debate e eu sou excluído, compareço do mesmo jeito, e os obrigo a chamar a política para me retirar do local”, descreve.

O canadense esclarece que não foi excluído de debates na atual campanha municipal, mas sim em disputas nacionais. Ele calcula que já foi retirado de debates pela polícia em torno de 50 vezes ao longo de sua carreira. “Devo ser o candidato político que mais foi detido na história.”

Turmel diz não culpar os eleitores por tantas derrotas. “As pessoas não sabem o que estou propondo, já que não posso participar da maioria dos debates e a mídia não fala sobre minhas propostas, mas só do número de eleições que perdi.”

Ao responder se quando entra em uma eleição acredita que sairá vitorioso, ele diz reconhecer que as chances são poucas, mas não desanima.

“Eu sempre tenho esperança. Esperança de que as pessoas vão acordar ou de que um milagre vai acontecer.”

Fonte: Terra

Mobilidade

Para Proteger Automóveis, Engenheiro Cria Asfalto Que Se “Cura” e Tapa Buraco Sozinho

Um asfalto capaz de fechar buracos sozinho já existe. Ainda em teste em uma estrada de 400 metros na Holanda, na Europa, o material que se autorregenera foi desenvolvido pelo engenheiro e pesquisador Erik Schlanger, da Universidade de Tecnologia de Delft.

Com o tempo e o uso, o asfalto das ruas e estradas oxida e começa a soltar pequenos pedriscos – aqueles que vão parar no para-brisa do carro. Com o tempo, os buracos vão se formando na estrada.

A proposta do novo material de Schlanger é bastante simples. Pequenos pedaços de palha de aço são misturados ao betume. A cada quatro anos, tempo em que o asfalto começa a sofrer oxidação, grandes máquinas que usam energia de indução (calor) são passadas em cima dele. Esse calor esquenta o aço que, por sua vez, derrete o betume em volta e, consequentemente, o faz colar de novo.

O asfalto comum, como o utilizado no Brasil, tem vida útil média de 24 anos. O asfalto usado na Holanda é mais poroso e reduz ruídos, por isso tem menor vida útil – 8 anos. Qualquer que seja o tipo, no entanto, o pesquisador diz que a adição da palha de aço pode dobrar sua durabilidade.

Além da palha de aço, Schlanger também pesquisa outras materiais que possam provocar o mesmo efeito, como uma bactéria que produz calcário e tem capacidade de autorregenerar esse material na presença de água de chuva.

Fonte: PEGN

Eleições 2018, Política

Pau dos Ferros Reúne Líderes em Apoio a Carlos Eduardo

A mobilização política do candidato da coligação 100%RN, ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), em Pau dos Ferros, a 470 quilômetros da capital, confirmou o seu avanço ao segundo turno. A Polícia Militar estimou em 9 mil pessoas o público presente à carreata até o comício que superlotou o Largo da Prefeitura.

A movimentação mexeu com a cidade. O prefeito Leonardo Rêgo (DEM), comandou carreata que ultrapassou os limites do Município. Os eleitores foram às ruas de carro, moto e em passeata confirmar o voto em Carlos Eduardo (governador), Garibaldi Filho e Jácome (senadores), José Agripino (deputado federal) e Getúlio Rêgo (deputado estadual).

“Foi uma demonstração de que vamos à vitória. Pau dos Ferros extrapolou em emoção, solidariedade e apoio a quem vai fazer pelo Rio Grande do Norte o que fez por Natal em quatro mandatos de prefeito. A experiência administrativa vencerá o fracasso e a incompetência de quem nunca administrou nada”, disse Carlos Eduardo.

Fotos: Cláudio Abdon

Eleições 2018, Política

Dr Mendes Participa de Grande Carreata em Senador Elói de Souza

O candidato a Deputado Estadual pelo Partido da Mulher Brasileira (PMB), Dr. Mendes, participou neste sábado (29) de carreata no município de Senador Elói de Souza, no Agreste Potiguar, ao lado do ex-candidato a vice-prefeito, Maciel Gomes.

A carreta finalizou na Praça Nossa Senhora de Lourdes, no centro da cidade, onde Dr. Mendes discursou ao lado do candidato a Deputado Federal, Benes Leocádio (PTC), e de lideranças do município que também apoiam Benes.

“Na Assembleia Legislativa, Elói de Souza vai ter vez e voz, porque eu me prontifico neste momento a ser essa voz! Eu quero ser acima de tudo o defensor do povo”, enfatizou Dr. Mendes em seu discurso.

Fotos: Divulgação

Eleições 2018

Candidata do PT no Limite do Teto de Gasto em Campanha

Há oitos dias do final do primeiro turno, a candidatura que até agora mais recebeu recursos, e mais gastou, é da candidata do PT, Fátima Bezerra. Fátima está à cerca de 350 mil Reais para o limite de gastos possíveis para o primeiro turno da campanha, segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral.

Fatima 1

Fátima 2

Já o candidato do PSD, tentando a reeleição, Robinson Faria, é o segundo que mais gastou e recebeu do partido. O segundo no ranking gastaça eleitoral parece ser o primeiro por onde passa, graças a estrutura demonstrada em suas carreatas e eventos, com inúmeros contratados para mobilização de rua, equipamento de som e luz.

Robinson 1

Robinson Faria é o oposto de Fátima Bezerra nesta campanha, que embora seja a campeã de gastança, a estrutura de rua parece ser a do PT dos anos 80, de tão pequena e pouco acompanhada. Nem de longe os dois lembram as candidaturas de 2014, onde ambos choravam pitangas financeiras durante o pleito eleitoral, depois culminando com denúncias de receberem dinheiro da JSB.

Dos três da tabela de concorrência da eleição para o Governo do RN, o segundo colocado das pesquisas, Carlos Eduardo, do PDT, é o que menos recebeu entre os candidatos. Certamente é a campanha mais enxuta das três, bastando olhar a prestação de contas e ver a estrutura na rua.

Sem caixa igual aos concorrentes, Carlos Eduardo tem aproveitado o espaço deixado pelo desprezo de Robinson e a omissão de Fátima aos municípios. O governador parou no palanque de 2014, e a senadora parou na saída de Dilma Rousseff da presidência e na prisão de Lula.

Carlos Eduardo 1

Observando os dados e vendo o que falta pagar, provalvemente estes dados não estão todos contabilizados e atualizados 100%. Para o cargo de Governador, o teto de despesas é de R$ 5 Milhões e 600 Mil no primeiro turno, com acréscimo no segundo turno de R$ 2 Milhões e 800 mil.

Todos os dados estão no site do TSE: Candidatos ao Governo