Uncategorized

Tudo Que “Midas” Toca Vira Obra

Na falta de informações sobre quantas são, e quais são, as obras enumeradas pelo Governo do RN, ficamos observando as numerações, e a origem dos valores.

Um exemplo simples são as obras três em um, “realizadas” com a assinatura da ordem de serviço para a reforma do Teatro Alberto Maranhão, que só agora foi lembrado que precisava, e curiosamente parece que fariam as três “obras” independentemente uma da outra, o que seria de uma genialidade descomunal, já que tudo, com exceção da pinacoteca, acaba funcionando no mesmo prédio. É uma rotina da assessoria do governador apresentar obras que nem saíram do papel, ou desmembrar uma coisa em dez, ou ambas as coisas. Segue abaixo o exemplo.

Essas “obras”, como o texto demonstra, é mais uma do RN Sustentável, fechado com o Banco Mundial no Governo Rosalba. O que serviria para uma coisa ou outra com Rosalba; quando nas mãos do atual governador, hoje administrado pelo super hiper ultra secretário, Wagner Araújo, que substituiu a ex-mulher de Robinson Faria, Julianne Faria, na SETHAS, serve para tudo. O RN Sustentável, que virou Governo Cidadão, serve para tudo. Se brincar, serve até para comprar lenços umidecidos. Recursos do Banco Mundial significa dizer… Empréstimo. Alguém vai pagar essa conta, e não se sabe como, já que a atual administração já raspou o tacho do FUNFIR e antecipou royalties de 2019, tudo com autorização da Assembléia Legislativa.

Ah, as praças construídas ou reformadas mostradas esses dias? Dinheiro do Governo Federal, através do PAC das Cidades Históricas.