Eleições 2018, Política

Senadora Fátima Bezerra Continua Muito Mais Preocupada Com a Política Nacional

img-20180524-wa0115953069258.jpg

Enquanto o Brasil pega fogo, ou quase isso, com as paralisações de várias categorias que reclamam dos altos preços dos combustíveis. Enquanto o RN atravessa há alguns anos o caos financeiro/administrativo, a senadora Fátima Bezerra mantém sua candidatura ao governo entre uma visita e outra aos companheiros que protestam ainda contra a prisão do ex-presidente Lula. Inclusive a senadora pré-candidata gravou um vídeo da Comissão de Direitos Humanos do Senado indo para Curitiba, saber como o ex-presidente estava sendo tratado, e dar o abraço do povo do Rio Grande do Norte. Um abraço financiado pelas diárias e passagens pagas pelo povo brasileiro, por sinal, comissão que não veio ao RN à época do terror em Alcaçuz. Terror dentro de um governo que teve como importante apoio durante a campanha de 2014 a atual senadora e o seu partido, o PT, assim como o PCdoB.

Talvez esse envolvimento mais presente com a política e atos nacionais seja a confiança de quem lidera as pesquisas no RN, de quem se coloca como madrinha dos Institutos Federais, quando na verdade essa era uma política, um projeto, de expansão de cursos técnicos pelo Brasil. A então deputada federal detinha informações privilegiadas do Governo Federal de onde os IFs seriam construídos, e via de regra a contrapartida era da prefeitura ou do Governo do Estado. Ela se antecipava em dar a notícia da próxima construção.

Se as pesquisas confirmarem a vitória de Fátima Bezerra, e com pouca probabilidade de a esquerda vencer essa eleição presidencial de 2018, será interessante observar como fará para unir bancada do estado, aprender a lidar com as burocracias e dificuldades do Executivo potiguar, e além disso, conversar com um novo presidente e tirar o RN do caos que se encontra.