Política

Fábio Dantas, Ex-Comunista, Agora é Socialista

Fabio Dantas Filiação 2

Hoje foi o dia da filiação do vice-governador Fábio Dantas ao Partido Socialista Brasileiro – PSB, partido que escolheu depois de passar pelo Partido Comunista do Brasil – PC do B. Movimento interessante do vice-governador de Robinson de Faria, que sai de um partido comunista para um partido socialista. Aliás, o PC do B é um caso a ser estudado, nunca vi tanta gente, como se diz, com “bala na agulha” com ideologias tão comunistas, mas esse assunto fica para outra oportunidade.

Fábio Dantas não é novo na política, a família já deve ter uns 50 anos de “dinastia” em São José de Mipibu, e ele já foi diretor do ITEP, deputado estadual, fez a esposa deputada estadual. Ou seja, o vice de Robinson tem histórico parecido com o de Robinson.

O vice-governador e sua esposa, a deputada estadual Cristiane Dantas, acabaram sendo a tábua de salvação para o PSB, que encolheu depois da histórica e vergonhosa tomada do partido, feita pelo deputado estadual Ricardo Motta e o deputado federal Rafael Motta, enquanto a presidente regional no RN, Wilma de Faria, estava internada, já diagnosticada com câncer, e fora do estado. Para Fábio Dantas, a entrada em um partido que pode também ser mandatário e levando uma deputada estadual para ter mais força, era o apoio que precisava para ter sua candidatura encaminhada. Já o PSB local, ganha o aval e a atenção nacional para concorrer ao governo, tendo em vista que na Paraíba Ricardo Coutinho diz não ser sequer candidato ao Senado, o que ganharia boa parte da força da executiva nacional do partido.

Fabio Dantas Filiação 1

A aliança com o PSDB não surpreende, tendo em vista que todos comentam ter sido Fábio Dantas quem custurou e deu o nó para fazer Ezequiel Ferreira presidente da Assembléia Legislativa, em detrimento, que ironia, do nome de Ricardo Motta. Curioso é ver a situação de Márcia Maia, que está em um partido – PSDB – que apoia o partido que um dia já foi sua casa, e que depois a deixou, de certa forma, desabrigada.

Pelos textos lidos e fotos publicadas, essa filiação foi uma salada mista de partidos e nomes, daquele tipo que diz o povo não querer mais, daquele tipo que político diz não fazer mais parte. O vice faz como Robinson fez: Rompe, mas não renuncia ao cargo. Agora é aguardar as cenas do próximo episódio.